Zeca fala sobre sua relação com o Santos em programa de TV

Durante sua participação no programa, Zeca citou o episódio em que foi agredido por torcedores durante o desembarque do Santos no aeroporto de Congonhas, em outubro de 2017.

Por
Compartilhe

Após a excelente vitória Colorada sobre a Chapecoense, na última noite de segunda-feira, pela sexta rodada do Brasileirão, por 3 a 0 no estádio Beira-Rio – vitória essa que tirou o clube gaúcho da “zona de rebaixamento”, Zeca, o lateral vindo do Santos – na troca envolvendo o atacante Sasha, falou ao programa “Bem Amigos”, da SporTV e lá, relembrou o atrito com o seu antigo clube.

Durante sua participação no programa, Zeca citou o episódio em que foi agredido por torcedores durante o desembarque do Santos no aeroporto de Congonhas, no ano passado. Foi após esse episódio que o jogador entrou com uma ação contra o clube pedindo sua rescisão contratual por conta de supostos atrasos no recolhimento do fundo de garantia.

Zeca desabafa em programa após vitória Colorada.Zeca desabafa em programa após vitória Colorada.

“Fizeram muita sacanagem comigo, chegaram a ameaçar a minha mãe, me agrediram no aeroporto, muitas outras coisas de salário atrasado. Muitas coisas caíram sobre mim, eu era o problema de tudo. Eu falo de salário atrasado, mas não era nem isso, porque tanto tempo atrás ficou atrasado, e eu não entrei na justiça contra o clube, eu que era cria do Santos”, declarou ele.

Para finalizar sobre o caso, Zeca falou que tudo foi mais pelo Presidente, do que pela entidade.

“Era mais pelo presidente... Falta de consideração não ter blindado um jogador do clube dele. Eu acredito que tinha sim opção de na hora do aeroporto entrar no ônibus. Ele quis que passasse no meio da torcida e aí deu esse problema todo. Foi isso. Fiquei chateado pela situação. É passado para as pessoas de um jeito, mas é totalmente de outro”, finalizou Zeca a sua participação no programa.

Comentários