Na mira do Colorado para suprir a saída de D’Alessandro - amigo pessoal, Taison foi a atração nesta manhã de terça-feira no treino do Inter, no CT Parque Gigante. O ainda atacante do Shakhtar Donetsk foi visitar ex-colegas de clube, donde conversou com a direção e novamente deixou clara a sua vontade de voltar a vestir o "manto" vermelho e branco.

De férias, o jogador em destaque aguarda apenas por uma reunião entre seus representantes e o futuro presidente do Inter para definirem de vez o seu futuro a partir de 2021. Esse encontro está previsto para ser realizado ainda nesta terça-feira, onde deverão conversar sobre proposta, valores e tempo de contrato.

Taison e seu vínculo no clube turco

O atacante ou meia-atacante possui vínculo com o Shakthar até 30 de junho de 2021, porém, o atleta quer se desvincular deste ainda nesta virada do ano, para que assim possa iniciar a temporada 2021 no Brasil vestindo a camisa do Inter, no entanto, a direção turca sempre se mostrou resistente a sua liberação e para isso exige algo em torno de R$ 5 milhões do time brasileiro. Agora resta saber se o Inter estaria disposto a desembolsar essa quantia para um jogador de 32 anos.

Segundo as últimas informações do "mercado da bola", o colorado não é o único clube interessado em Taison no momento, mesmo assim, essa visita ao CT Parque Gigante poderá indicar que as conversas entre as partes se encaminham bem para um acerto.

Veja o que disse Taison sobre o assunto

"Eu tenho mais cinco meses, seis meses de contrato com o Shakhtar. Tenho conversas com o Inter, que eu sempre tive. Meu desejo é de voltar e todo mundo sabe. Mas não depende somente de mim, depende de várias conversas. Meu empresário e meu advogado irão cuidar disso. Agora em janeiro eu volto, converso com eles e outras pessoas aqui dentro para saber de tudo que está acontecendo. A torcida colorada pode ficar tranquila, que tem coisas saindo de outros clubes, mas minha prioridade de voltar será sempre para o Inter", declarou ele.

Visita ao CT Colorado

Nesta mesma visita, como já declaramos no início da matéria, Taison conversou com velhos companheiros e amigos, bem como D’Alessandro, Rodrigo Moledo e o executivo Rodrigo Caetano, que iniciou essa tratativa para uma possível volta do jogador ao Beira-Rio.