Destaque nos últimos jogos e, para muitos, principal responsável por elevar o nível de atuação do Grêmio, Jean Pyerre deixará de ser o número 21 e passará a ser o dono da camisa 10 da equipe gaúcha.

Estreia da nova numeração já possui data

A mudança na numeração partiu do técnico Renato Portaluppi e já valerá para a próxima rodada do Brasileirão, contra o Ceará, às 19h, na Arena. Vale ressaltar que a alteração será válida apenas para o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Na libertadores, por conta da numeração fixa, Jean Pyerre seguirá usando a camisa 21 e Robinho a 10.

Ter a responsabilidade de ser o número 10 da equipe, não será novidade para o meia de 22 anos. Na base gremista, Jean já "ostentava" tal numeração. A mudança tem como princípios e objetivo, valorizar o bom momento vivido pelo jogador dentro de campo e suas últimas atuações, além do esforço e superação do jovem meia-armador, que passou por problemas na atual temporada, indo das lesões a internação de seu pai, em decorrência do covid-19.

Jean Pyerre desabafou sobre os problemas enfrentados em 2020

Ainda no intervalo do confronto contra o Cuiabá, que ocorreu na noite da última quarta-feira, na Arena Pantanal, e acabou com vitória gremista por 2x1, Jean Pyerre concedeu rápida entrevista onde desabafou a respeito dos problemas particulares enfrentados em 2020.

"Individualmente falando, esse gol é muito importante para mim. Depois de tudo que passei nesse ano, depois de todas dificuldades que tive. O grupo todo viveu isso comigo. Tanto nas lesões quanto no problema que quase acabei perdendo meu pai", disse o meia-armador.

"Poder fazer um gol também é especial para a minha família. Só a gente sabe o que a gente passou, só a gente sabe como que foi rezar para acordar e ter a notícia de que meu pai tinha passado a noite bem", complementou Jean Pyerre.