Grêmio de olho na venda de Dudu aos Emirados Árabes por parte do Palmeiras; eu explico.

No aguardo de um final "feliz" para a novela da saída de Dudu do Palmeiras para o Al Duhail, que ainda não teve um desfecho - pelo menos até o momento, o Tricolor Gaúcho que detém 0,45% do valor do passe do jogador, segundo o departamento jurídico gremista, espera poder embolsar mais um valor em transferências nesta janela - lembrando que o Grêmio já faturou com a venda de Arthur, ex-Barcelona a Juventus.

Obviamente que neste negócio do Palmeiras/Dudu e o clube árabe, o Tricolor não receberá uma quantia exorbitante, mas neste momento de crise, todo dinheiro que entrar em caixa será bem vindo.

Se a venda de Dudu por parte do clube paulista for confirmada ao Al Duhail, pelo valor planejado - 13 milhões de euros, o Grêmio terá direito a levar 58,5 mil euros - algo próximo a R$ 351 mil. Pouco; pode parecer, mas nos tempos de hoje ajuda.

Mesmo o atacante nunca tendo pertencido ao Tricolor Gaúcho - lembrando que ele chegou a Porto Alegre por empréstimo junto ao Dínamo de Kiev - da Ucrânia, o mesmo vestiu a camisa do Grêmio na temporada que completou 22 anos e por esse - pelas regras do mecanismo de solidariedade da FIFA, o clube da capital gaúcha teria o direito de ficar com os 0,45% já acima citados de sua possível negociação.

Pelo Grêmio, o atual atacante palmeirense vestiu a camisa em 55 jogos, marcando apenas 8 gols, no ano de 2014. Relembramos que o mecanismo de solidariedade já rendeu ao Grêmio nesta janela de transferências uma bolada de R$ 15 milhões - relativa à venda de Arthur do Barcelona a Juventus.

O Tricolor Gaúcho também monitora outra situação - a negociação de Alex Telles do Porto que poderá ser negociado ao PSG e com isso novos valores poderão chegar ao Grêmio.