A pandemia do novo Coronavírus fez com que o Grêmio fosse um dos clubes mais atingidos, seja na arrecadação ou até mesmo nas questões relacionadas ao mercado, onde o clube gaúcho sofreu com a perda do lateral-esquerdo Caio Henrique, que teve de retornar ao Atletico de Madrid. Com isso, os dirigentes gremistas avaliam a necessidade de reposição no mercado, e desde já, dois jogadores estão sendo analisados, e encabeçam a lista de desejos do Grêmio: Trata-se de Diogo Barbosa e Jorge.

Mesmo com situações parecidas em seus clubes, os jogadores dependem de questões diferentes para de fato se tornarem a mais nova contratação gremista. Por isso, iremos elencar a situação dos dois atletas, o que pode facilitar sua vinda ao tricolor gaúcho e qual a maior dificuldade que a diretoria gremista possa encontrar nas tratativas:

Diogo Barbosa: Mais acessível, e mais barato

Diogo Barbosa foi o primeiro jogador a ser analisado pela diretoria gremista. O lateral foi oferecido por seu empresário, e teve seu nome aprovado pela alta cúpula tricolor, e o único ponto que impede o início das negociações seria o aval do técnico Renato Portaluppi. A tendência é de que, se aprovado, a negociação seja por empréstimo, com o jogador tendo seu salário divido entre os dois clubes: 50% para cada.

Entretanto, o Grêmio ainda espera a definição das datas da volta dos jogos oficiais para tentar avançar nas tratativas. O clube quer evitar ter que pagar salários ao jogador sem ter jogos, e evitar desperdício financeiro. A negociação com o Palmeiras ficou suspensa em primeira ordem.

Diogo Barbosa surge como opção para o Grêmio. (Foto:Divulgação/Palmeiras)
Diogo Barbosa surge como opção para o Grêmio. (Foto:Divulgação/Palmeiras)

Jorge: Mais qualidade, porém mais caro

No fim da última semana, o nome que foi especulado nos principais meios de imprensa do Rio Grande do Sul foi o de Jorge, lateral-esquerdo que pertence ao Mônaco, da França, mas que vestiu a camisa do Santos na última temporada. Assim que teve seu nome especulado, gerou grande aprovação da torcida tricolor, mas o Grêmio ainda não se manifestou sobre esta possibilidade.

De acordo com as informações, Jorge estaria negociando uma vinda ao Grêmio por empréstimo, já que o futebol francês foi encerrado de forma antecipada. Entretanto, os vencimentos do atleta devem ser pagos integralmente pelo Grêmio, e seu nome teria sido aprovado e classificado como "prioridade" de contratação.

O pouco destaque no time francês pode facilitar a sua vinda ao clube gaúcho. Jorge foi relacionado para apenas 5 partidas na temporada, e entrou em campo apenas duas vezes.

Jorge disputou a última temporada com a camisa do Santos, mas pertence ao Mônaco. (Foto:Divulgação/Santos)
Jorge disputou a última temporada com a camisa do Santos, mas pertence ao Mônaco. (Foto:Divulgação/Santos)

Vale lembrar que, no atual elenco, o Grêmio conta com Bruno Cortez, titular absoluto desde 2017, e Guilherme Guedes, aposta das categorias de base do clube.