Uma das principais equipes do futebol brasileiro e sul-americano nos últimos anos, o Grêmio pode se tornar uma das equipes mais visadas pelo mercado do exterior na próxima janela de transferências. Tendo jovens jogadores de grande qualidade, como Pepê, Matheus Henrique, Jean Pyerre e Éverton, o time comandado pelo técnico Renato Portaluppi certamente sofrerá assédio do principal mercado do futebol mundial.

E, na última segunda-feira, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, concedeu entrevista ao canal de TV fechada Fox Sports. Para o mandatário gremista, a pandemia do novo Coronavírus deve causar grande mudança nas cifras envolvendo as contratações, e por isso, os clubes precisarão se adaptar ao novo contexto:

"Achamos que as negociações serão bem diferentes, não serão mais do mesmo nível, o dinheiro não está mais circulando da mesma forma, local e mundial, essa situação vai refletir aqui também", comentou Romildo.

Matheus Henrique, Éverton e Jean Pyerre. (Foto:Divulgação/ Grêmio)
Matheus Henrique, Éverton e Jean Pyerre. (Foto:Divulgação/ Grêmio)

Alguns atletas do Grêmio são muito bem vistos no mercado europeu, e por isso, em vários momentos, surgem especulações em cima de jogadores como Éverton, Pepê e Jean Pyerre. Sobre isso, o presidente gremista confirmou que há sondagens, mas nenhuma proposta oficial por nenhum jogador foi apresentada:

"Tivemos consultas, sim, mas nenhuma proposta concreta para avaliar. Se tivermos um negócio bom para o jogador e para o Grêmio, nós vamos realizar, é do jogo, faz parte. O Grêmio, tradicionalmente, tem peças de reposição da sua formação, mas se pudermos contar com eles, contentes com o cenário que se criou, que não é um cenário que possa ser de agrado, de uma grande negociação, todo mundo vai ter que se conformar", prosseguiu.