Um dos líderes do vestiário do Grêmio, Maicon começa uma semana muito especial pelo tricolor. Hoje, 09 de março, o volante completa 5 anos de sua chegada na equipe gremista e na quinta-feira pode entrar para a história disputando o primeira clássico Gre-Nal válido pela Copa Libertadores da América. Desde sua chegada, o jogador já atuou em 202 partidas e balançou as redes em 11 oportunidades. Seu retrospecto contém 111 vitórias, 52 empates e 35 derrotas e aproveitamento de 63,53% pelo clube. Na sua carreira, o Grêmio é o clube em que Maicon mais atuou como atleta profissional.

Líder dentro do vestiário, o "Capita" tem como característica ajudar os jogadores oriundos da base gremista. Auxiliou na chegada e crescimento de atletas como Arthur, Jean Pyerre e Matheus Henrique. Esse último é seu parceiro de meio-campo na equipe de Renato Portaluppi. Foi pelo tricolor que o jogador se credenciou para a lista de suplentes para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Suas boas exibições, tranquilidade de jogo e a qualidade nos passes chamaram a atenção de Tite, técnico da Seleção Brasileira, que pré-convocou para a competição.

Maicon comemora cinco anos com a camisa do Grêmio. (Foto:Divulgação)
Maicon comemora cinco anos com a camisa do Grêmio. (Foto:Divulgação)

Em clássicos, o jogador faz parte de um novo recorde de invencibilidade do tricolor. Já são seis jogos contra o Internacional que o time gremista não perde. Além disso, Maicon já está na história recente do time como capitão mais vitorioso da década e que mais ergueu taças. São seis títulos até aqui: Copa do Brasil, Libertadores, Recopa SulAmericana, dois Gauchões e uma Recopa Gaúcha.

"É com muita alegria que chego ao meu quinto ano no Grêmio. Sou muito grato pelo clube, pela direção, pelo grupo de jogadores e comissão técnica. Aqui conquistei muitos títulos e quero conquistar ainda mais. Eu e minha família gostamos da cidade, do acolhimento das pessoas e o carinho que os gaúchos têm com a gente. Sou muito grato e quero retribuir ainda mais todo esse apoio que recebo," diz Maicon.