Grêmio vence o Pachuca na prorrogação e vai a final do Mundial de Clubes

Everton entra no início da prorrogação e vira o herói gremista na semifinal do Mundial de Clubes.

Por
Compartilhe

Em uma partida equilibrada o Grêmio vence o Pachuca na prorrogação e vai a final do Mundial de Clubes. O gol foi anotado por Everton, logo no início do primeiro tempo da prorrogação – com uma arrancada em velocidade pela esquerda, o “menino predestinado” recebeu a bola do lateral Bruno Cortez, e chutou forte na saída de Oscar Pérez, que não teve chance alguma em alcançar a bola.

Everton - o predestinado.Everton - o predestinado.

Com a vantagem em campo, o tempo virou o melhor amigo tricolor. O Grêmio passou a jogar da sua forma, cadenciando o jogo, fazendo a bola girar – valorizando a posse de bola. Com 90 minutos de uma partida completamente equilibrada e aguerrida, o Pachuca não aguentou mais uma prorrogação e sucumbiu diante dos brasileiros, que passaram a dominar as ações do jogo.

Agora o Tricolor Gaúcho aguarda pelo vencedor de Real Madrid e Al Jazira, que se enfrentam amanhã, quarta-feira, às 15h – horário de Brasília, no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, para a grande final da competição, que acontecerá no próximo sábado, dia 16 de dezembro, às 15h, no mesmo estádio do confronto desta quarta-feira.

Everton - autor do gol gremista.Everton - autor do gol gremista.

Ao final do jogo, o herói gremista falou aos repórteres a beira do gramado e uma pergunta foi se ele era predestinado, onde ele desconversou, hora dizendo sim, hora dizendo não.

“Creio que sim, já faz algum tempo que venho entrando e dado conta do recado. Mas não sou eu. O professor comentou com a gente que a ansiedade estava atrapalhando de chegar à final. O time estava ansioso, errando passes que não estava acostumado”, declarou o atacante gremista.

Comentários