Um dos protagonistas do futebol brasileiro no ano de 2019, tanto com a camisa do Grêmio quanto com a camisa da seleção brasileira na conquista da Copa América, o atacante Éverton deve ser um dos principais alvos do futebol europeu nesta janela de transferências. Mesmo com o forte interesse de alguns clubes do Velho Continente, o Grêmio trabalha internamente com o discurso de que conseguirá manter o seu principal jogador pelo menos até a metade de 2020.

Após algumas especulações de que o Newcastle, da Inglaterra, estaria interessado em levar o jogador para fora do Brasil, o Grêmio trabalha com a ideia de que a saúde financeira do clube possa fazer com que o tricolor garanta a maior quantia de dinheiro possível em uma possível negociação. De acordo com estimativas das últimas propostas recusadas, o Grêmio pretende receber pelo menos 35 milhões de euros ( R$157 milhões), e como o jogador tem a multa rescisória estabelecida em 80 milhões de euros ( R$ 360 milhões), basta aos interessados negociar diretamente com a diretoria gremista.

Éverton deve receber propostas, mas a tendência é de que permaneça no Grêmio. (Foto:Divulgação)
Éverton deve receber propostas, mas a tendência é de que permaneça no Grêmio. (Foto:Divulgação)

Caso não haja uma proposta satisfatória ao Grêmio e ao jogador, o clube gaúcho não terá o seu orçamento comprometido com a permanência de Éverton. Mesmo sendo o principal nome do elenco gremista, o camisa 11 não tem um alto salário comparado com outros atletas de seu nível. De acordo com a imprensa gaúcha, Éverton recebe vencimentos de cerca de R$600 mil mensais.

O atacante está a dois gols de ultrapassar Ronaldinho na artilharia histórica do Grêmio. R10 soma 68 gols pelo clube gaúcho. Renato vem logo à frente, em 14º no ranking, com 74. Até mesmo Luan, 13º com 77, pode ser ultrapassado por Cebolinha. Se mantiver a toada de 2019, o atacante supera todos estes rivais de peso com folga.