Aina que 2019 não tenha acabado para o Grêmio, o tricolor gaúcho já penas nos primeiros passos para a próxima temporada. Entretanto, um dos principais reforços do clube para 2020 deve atuar fora de campo, e é extremamente importante: Trata-se do Departamento Médico.

Depois de fazer uma visita ao CT do Flamengo logo após a derrota na semifinal da Copa Libertadores da América, os principais nomes da diretoria do clube gaúcho avaliaram que seria necessário fazer novos investimentos no setor, sobretudo na compra de aparelhos mais atualizados, que potencializam a recuperação de atletas. Sendo assim, estima-se que o Grêmio deve investir cerca de R$1 milhão para a próxima temporada neste departamento.

O investimento em melhorias dos equipamentos no Departamento Médico não é novidade. Em 2018, a diretoria gremista já investiu a mesma quantia, e caso isso se concretize, a total quantia de investimentos no Departamento Médico será de R$2 milhões em 2 anos.

A área médica do clube ganhou destaque depois da eliminação para o Flamengo, na semifinal da Libertadores. A torcida gremista cobrou o fato de o time carioca recuperar Arrascaeta e Rafinha em curto período, devido à gravidade das lesões, para o segundo jogo, no Maracanã.

Enquanto isso, Jean Pyerre sequer entrou em campo nos dois enfrentamentos devido a uma lesão muscular na coxa direita. Luan, o substituto para a posição, não teve condições de atuar na segunda partida por conta de uma fratura no osso do pé direito. O Grêmio acabou eliminado com uma goleada por 5 a 0 no Rio de Janeiro.

Para o jogo desta quarta-feira, contra o Vasco, o Grêmio não terá vários joagdores à disposição. A lista, que já tinha Jean Pyerre, Vizeu, Leonardo e Luan, ganhou ainda Geromel, com contusão muscular; Maicon, preservado com dores no joelho esquerdo; e Alisson, em observação após pancada na cabeça.