Rei da América em 2017 e grande ídolo do Grêmio nos últimos anos, o meia Luan revelou que esteve perto de deixar o Grêmio nesta temporada. Titular da equipe de Renato Portaluppi após a lesão de Jean Pyerre, o camisa 7 tricolor concedeu entrevista ao Grupo Globo, e revelou detalhes sobre seu momento na carreira.

Luan foi perguntado sobre voltar ao seu melhor nível de futebol, que o fez ser eleito melhor jogador do continente em 2017. Sobre isso, o meia afirmou que trabalha calmamente para retomar os melhores dias com a camisa do Grêmio:

"Ninguém desaprende a jogar bola. Tenho totais condições de repetir o que fiz em 2017, de ajudar o Grêmio de alguma maneira."diz Luan.

Outro ponto importante foi o questionamento sobre a volta ao time titular com a lesão de Jean Pyerre, e sobre o convívio entre os dois. Sobre isso, Luan respondeu:

"Todo mundo quer jogar. Muitos falaram que eu estava mal, que eu estava isso, aquilo, mas é deixar claro aqui que a nossa equipe estava bem. Isso mostra a força do nosso grupo. Claro que (a titularidade) foi por uma lesão. Ninguém queria, pela pessoa que ele é. Mas estou preparado, me preparei o ano todo. Depois da Copa América fiquei um tempo a mais parado que os demais. Me prepararei bem."

Além disso, Luan foi questionado sobre propostas recebidas na última janela de transferências, e se esteve perto de deixar o clube. Sobre isso, o camisa 7 foi sincero e revelou que esteve perto de atuar no exterior:

"Teve algumas coisas que não chegaram de concreto para mim. Meu empresário sabia disso, o Grêmio sabia disso. Mas acabou não dando certo. Mas meu foco sempre foi no Grêmio. Quero estar bem aqui sempre. Sempre falei que isso não era uma preocupação de sair logo, que o meu objetivo era poder conquistar títulos no Grêmio."