A lesão do atacante Felipe Vizeu é pior do que os torcedores do Grêmio esperavam. Após sair de campo carregado pelos médicos do tricolor depois de atuar por apenas 5 minutos no empate diante do Bahia, na Arena, pela Copa do Brasil, o jogador teve confirmada uma lesão no joelho e irá desfalcar o time de Renato Portaluppi por cerca de 2 meses.

O centroavante sofreu ruptura em um dos ligamentos do joelho esquerdo e vai precisar passar por cirurgia. O tempo de recuperação estimado é de dois meses, revelou o diretor de futebol Deco Nascimento durante a apresentação de David Braz.

- Após a entorse no joelho esquerdo, o atleta Felipe Vizeu foi submetido a exames de imagem e foi constatada uma luxação patelar com ruptura do ligamento femoropatelar acrescida de uma lesão condral na região patelar. O atacante irá passar por uma artroscopia nos próximos dias - diz o boletim médico divulgado pelo Grêmio.

À beira do gramado, Vizeu até tentou voltar para o jogo. Só que, em vez disso, foi para o vestiário às lágrimas. No túnel de acesso ao campo, o jogador não resistiu às dores e foi carregado no colo por dois integrantes do estafe gremista até o vestiário. Como Renato Gaúcho já havia feito três substituições, o Grêmio encerrou a partida com um jogador a menos.

 

Felipe Vizeu é apenas mais um dos grandes problemas do Grêmio nesta temporada. Antes do período de recesso para a disputa da Copa América, o tricolor chegou a contar com 12 jogadores no departamento médico. Entretanto, agora são apenas 4: Paulo Miranda, Michel, Marcelo Oliveira e agora, Felipe Vizeu.

Sem Vizeu, o jovem Da Silva foi promovido da base e já trabalha trabalha com o grupo principal. O centroavante passará por um período de observação para saber se já tem condições de ser utilizado por Renato. O treinador, após avaliações, definiu que é melhor utilizar Luan na trinca de três meias, assim como Diego Tardelli.