Como a ida de Neymar ao Barcelona pode influenciar a situação de Everton no Grêmio?

Com o destaque no Grêmio e a ascensão na seleção brasileira, o nome de Everton começa a ser bastante falado na Europa. O assédio sobre o atacante gremista deve ser forte nesta janela de transferências.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Muito visado pelo mercado europeu, o atacante Éverton ainda não bateu o martelo sobre sua saída do Grêmio nesta janela de transferências. Entretanto, uma notícia pode colocar o melhor jogador do tricolor na atualidade, mais perto do Velho Continente. 

A imprensa europeia noticía nesta semana que o Barcelona trabalha fortemente para tornar real a volta de Neymar. Para contar novamente com o brasileiro em seu elenco, o clube espanhol estaria disposto a pagar cerca de 100 milhões de euros e até disponibilizar mais alguns atletas que estão de saída do time.

Sendo assim, caso o PSG perca o seu principal atleta, a tendência é de que busque no mercado outro atleta com características e estilo de jogo parecido com o de Neymar. Com isso, o atacante gremista pode ser cobiçado pela equipe francesa, que segundo a imprensa gaúcha, já fez diversas sondagens com o Grêmio e o staff do jogador, para saber de sua situação e os valores de uma possível transferência.

Everton marcou um golaço na estreia da seleção brasileira na Copa América. (Foto: O diário)
Everton marcou um golaço na estreia da seleção brasileira na Copa América. (Foto: O diário)

Entretanto, não é apenas o PSG que está de olho no "Cebolinha". Como se sabe, o Manchester City é um clube apaixonado pelo futebol do brasileiro, e acompanha de perto os passos do atleta desde os seus 17 anos, ainda na base gremista. No início deste ano, inclusive, chegou a oferecer uma proposta oficial ao jogador, mas com valores extremamente abaixo do esperado por todas as partes. 

Com isso, resta esperar para saber como a situação de Everton será definida. O protagonismo no tricolor gaúcho, e os primeiros resquícios de prestígio na seleção brasileira começam a vir à tona, e o assédio dos grandes clubes do futebol mundial começa a se tornar realidade, e até previsível. Se antes o destino certo parecia a Inglaterra, agora a história pode ser diferente. 

Mais sobre: gremio mercado-da-bola psg
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários