O atacante Diego Tardelli concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre. Após se recuperar de uma lesão muscular, o camisa 9 gremista admitiu que a equipe precisa melhorar.

Perguntado sobre o tempo em que ficou afastado dos gramados, o atacante comentou que sentiu uma lesão na partida diante do Avaí, mas garantiu que está recuperado:

"Tive um incômodo no posterior. Por isso fiquei parado. Tratando e readquirindo a forma física. Agora estou totalmente preparado e à disposição do Renato. Não gostaria de voltar neste momento conturbado. Estamos devendo para nós mesmos. Mas nada impede que voltemos a ser o Grêmio dos últimos anos. Tenho certeza que sairemos dessa. Questão de uma ou duas vitórias para retomar o bom futebol."explicou o jogador.

 

Além do momento, o jogador comentou sobre a postura ousada do técnico Renato Portaluppi após as partidas, principalmente nas entrevistas coletivas:

" Quando se trata de derrota, é sempre difícil. Sempre depois das partidas, ele blinda o grupo. Ele faz isso desde a partida contra o Santos. Ele sabe do nosso potencial. Cada jogador tem que se entregar mais dentro de campo e ter a noção de que a campanha não é boa. A gente precisa dar a resposta logo. A torcida pode acreditar que vamos dar a voltar por cima. É uma questão de paciência. " disse. 

Retornando na partida diante do Atlético-MG, neste sábado, Tardelli disse que preferia que a parada para a Copa América não acontecesse, visando uma sequência após a sua lesão:

" Será fundamental a parada. Para mim, não vai ser muito bom porque queria uma sequência após a minha recuperação. Não só para o Grêmio, mas todas as equipes estão esperando isso para arrumar a casa. A gente precisa descansar também para voltar mais forte depois da parada."explicou.