OPINIÃO: O principal adversário do Grêmio na Libertadores, é ele mesmo

Derrota na noite da última quinta-feira fez o tricolor viver situação extremamente delicada na Libertadores. Entretanto, se quiser evoluir, time gaúcho precisa buscar soluções rápidas.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

A derrota de ontem do Grêmio, diante da Universidad Católica, no Chile, refletiu o grande problema da equipe nesta temporada. Mais do que a qualidade dos adversários na competição, o nível do futebol apresentado pelos comandados do técnico Renato Portaluppi levanta alguns questionamentos por parte da torcida e da imprensa.

Alguns jogadores, mesmo que consagrados pelo seu histórico, não estão rendendo o esperado, e por consequência, comprometendo o rendimento coletivo. Nomes importantes do elenco tricolor, como Maicon, Luan, Geromel e Éverton não conseguem jogar bem, e podem perder espaço para outros atletas que, quando recebem oportunidade, mudam o estilo de jogo da equipe.

Até mesmo Renato Portaluppi, em entrevista coletiva concedida após a partida, demonstrou grande abatimento e admitiu que pode mudar algumas peças para a partida da próxima quarta-feira, contra o Rosário Central, em casa, onde precisa de um milagre para se classificar para as oitavas de final da competição continental.

Derrota para a Universidad Católica complicou a situação do Grêmio na Libertadores.Derrota para a Universidad Católica complicou a situação do Grêmio na Libertadores.

É até improvável que estejamos abordando esse tipo de situação em uma equipe que apresenta um dos melhores ataques do futebol brasileiro, e a defesa menos vazada do Brasil. Entretanto, estes números apenas comprovam que o campeonato estadual pode ser uma grande ilusão, e o choque de realidade em campeonatos mais competitivos pode ser muito duro. 

Certo é que, antes de fazer cálculos para uma possível classificação, o próprio Grêmio precisa melhorar seu rendimento, e algumas mudanças no time titular podem ser o caminho para uma evolução da equipe. Até lá, basta o torcedor gremista cruzar os dedos e torcer para que os deuses do futebol comecem a olhar com mais carinho para o lado azul do Rio Grande do Sul.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal