Os trunfos do Grêmio para resistir ao assédio europeu sobre Éverton

Éverton tem multa rescisória de cerca de 300 milhões de reais. Com isso, o Grêmio pretende dificultar as negociações com os poderosos clubes da Europa, que observam o jogador há bastante tempo.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após ser convocado mais uma vez para a seleção brasileira, o atacante Éverton segue em alta valorização no mercado da bola. Com a sua terceira convocação na era Tite, a tendência é de que os grandes clubes do futebol europeu voltem seus olhos para o jovem jogador do Grêmio.

Este assédio entretanto, deve ser fortemente resistido pelo clube. Com sua multa rescisória avaliada em mais de 300 milhões de reais, quem tiver interesse em tirar Éverton de seu atual clube, terá que negociar com os mandatários gremistas. E, pelas palavras do presidente Romildo Bolzan, o tricolor deve fazer jogo duro para se desfazer de um de seus principais jogadores.

"- Ficamos muito mais seguros para enfrentar este tipo de situação. O Grêmio consegue ficar mais forte para competir na hora da janela. Jogadores importantes, estratégicos, vamos poder persistir com mais força. A venda do Tetê tem esse contexto" - analisa o presidente Romildo Bolzan Júnior.

Éverton foi novamente convocado para a seleção brasileira.Éverton foi novamente convocado para a seleção brasileira.

No orçamento do tricolor gaúcho, estava previsto arrecadar cerca de 36 milhões de reais em vendas de jogadores. Com as vendas de Grohe e Tetê, o Grêmio superou este número com folga, alcançando quase 50 milhões de reais. Além disso, a ida do volante Arthur para o Barcelona injetou bons milhões de euros nos cofres do Grêmio e despachou uma possível escassez financeira para vender atletas. 

O Manchester City acompanha Éverton desde os seus 17 anos, e a cada janela de transferências, sonda ou faz propostas formais para contar com o jogador. No início deste ano, porém, o rival Manchester United entrou na disputa e pretende investir pesado na janela de transferências do meio do ano.

Éverton tem 22 anos e é um dos convocados por Tite para os amistosos contra Panamá e República Tcheca, nos dias 23 e 26 de março, respectivamente. Com a ausência de Neymar, o jogador é um dos cinco atacantes convocados, ao lado de Richarlison, Vinicius Jr., Firmino e Gabriel Jesus. Com isto, deve perder as quartas de finais do campeonato gaúcho, que acontece nos dias 24 e 27 de março.

Mais sobre: gremio everton selecao
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal