Tarcisio, ex-jogador gremista e ídolo do clube morre aos 67 anos

O “Flecha Negra” chegou ao Tricolor Gaúcho em 1973 e defendeu as cores do Grêmio por mais de 10 ano, até 1986.

Por
Compartilhe

Morreu nesta madrugada de quarta-feira, um dos maiores ídolos da história do Grêmio – José Tarcisio de Souza, mais conhecido por Tarcisio Flecha Negra, que aos 67 anos, deixa uma história de glórias pelo Tricolor Gaúcho.

Campeão da Libertadores e da Copa Toyota (Mundial), no Japão, em 1983, o ex-jogador foi o segundo maior goleador na história do clube, com 226 gols marcados com a camisa gremista.

Tarcisio em jogo, no Mundial de Clubes - 1983, diante do Hamburgo, da Alemanha.Tarcisio em jogo, no Mundial de Clubes - 1983, diante do Hamburgo, da Alemanha.

Atualmente, Tarcisio era vereador em seu terceiro mandato consecutivo em Porto Alegre; o mesmo lutava contra um tumor ósseo e estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS, na capital gaúcha.

De origem mineira (nasceu em São Geraldo – Minas Gerais) Tarcisio que se dizia gaúcho, iniciou sua carreira como jogador de futebol, no América-RJ, porém, foi no futebol do Rio Grande do Sul que marcou história. O “Flecha Negra” chegou ao Tricolor Gaúcho em 1973 e defendeu as cores do Grêmio por mais de 10 ano, até 1986.

Tarcisio - no museu do Grêmio.Tarcisio - no museu do Grêmio.

O atacante que hoje nos deixou, é o recordista de partidas com a camisa do clube gaúcho, em questão, com 721 partidas. Em números de gols, ele só perde para Alcindo, que marcou 264 gols – além das conquistas da Libertadores e do “Mundial de Clubes”, em 1983, Tarcisio ajudou o Grêmio a conquistar o seu primeiro Brasileirão, em 1981 e também cinco Campeonato Gaúchos (1977, 79, 80, 85 e 1986).

Até o fechamento desta matéria, não tínhamos informações sobre o velório e sepultamente e também, nenhuma informação do Grêmio em relação ao acontecido com um de seus maiores ídolos de sua centenária história.

Mais sobre: gremio tarcisio luto
Comentários