O equatoriano Miller Bolaños, titular da Seleção de seu País, não enfrenta bons momentos morando em Porto Alegre. Sem jogar há muitos dias, o jogador definiu que não quer mais morar na capital do Rio Grande do Sul. Com a intenção de reaver os R$ 20 milhões investidos pelo meia, o Grêmio entrou em acordo com o Tijuana, do Médico para que Miller jogue lá por empréstimo. As informações são do empresário do jogador, José Chamorro.

Em uma nota publicada no Twitter, Chamorro declarou que Grêmio e Tijuana chegaram a um acordo em relação à Bolaños: "Entre Grêmio e Tijuana se chegou a um acordo de empréstimo por um ano com opção de compra por parte do clube mexicano".

Desde 2016 atuando pelo Tricolor Gaúcho, Miller alternou entre maus e bons momentos não conseguindo retornar ao time após se recuperar de lesão. Com problemas particulares, o atacante equatoriano vinha treinando em separado do grupo enquanto tentava definir seu futuro.

Na última semana, Renato Gaúcho chegou a se irritar ao ser questionado sobre por que Miller não vinha sendo aproveitado:

"Quanto a Bolaños, já disse, é a cabeça. Novela mexicana, pra mim não serve. Quem tem que responder alguma coisa é ele, é o Bolaños que tem que dar resposta para a gente. Todos vocês me conhecem, eu não vou ficar aqui me desgastando toda hora - ele está com um problema de cabeça e resolvendo outros. Quando ele achar que está bom e quiser ajudar o grupo do Grêmio, ele vai ficar a disposição. É essa resposta que queremos ver dele".

Miller Bolaños agora irá mostrar seu futebol em outros campos, mais propriamente dito, nos campos mexicanos.