Grêmio crê em acerto com Renato, mas diz que as negociações até agora não avançaram

Com vínculo somente até o final de dezembro, Renato também não quis projetar o elenco gremista para 2019.

Por
Compartilhe

Até a manhã desta segunda-feira, segundo a direção do Grêmio, as negociações com o treinador Renato Portaluppi não haviam avançado. O atual comandante técnico gremista em sua última entrevista coletiva não quis falar sobre o assunto.

Romildo Bolzan Júnior e Renato Portaluppi.Romildo Bolzan Júnior e Renato Portaluppi.

Em sua coletiva pós-vitória sobre a Chapecoense neste último domingo, Renato apenas declarou o seguinte:

“No cofre só entra, e o presidente está aqui. Tem que sair alguma coisa deste cofre, não é?”, disse ele sorrindo, onde faz referência a sua contribuição na formação de atletas que foram vendidos e geraram lucros ao clube.

“Não quero falar mais a respeito. Já comentei em outra entrevista que meu objetivo agora é classificar o Grêmio em uma das vagas do G-4. O meu objetivo agora é esse. O contrato, vamos analisando, trocando idéias... o clube está acima de tudo. Tem muita coisa em jogo”, declarou Renato Portaluppi.

Com vínculo somente até o final de dezembro, Renato também não quis projetar o elenco gremista para 2019, em suas últimas coletivas. Mesmo com isso, o presidente do Grêmio – Romildo Bolzan Júnior e seus pares acreditam em um final feliz, como declarou nesta manhã:

“O Grêmio já realizou uma oferta ao técnico, que ainda não respondeu ou apresentou sua contraproposta. Nós não avançamos em nenhum ponto a mais em nossa negociação. Estamos trabalhando a ideia de terminar essa fase do campeonato, nos classificarmos e depois ter tempo para conversar. O Grêmio não está com os bolsos cheios, não, o Grêmio pagou contas antecipadas e fizemos um planejamento para o ano que vem, desonerando fluxo de caixa. Trabalhamos essa ideia para que não tenhamos problemas de ordem financeira no mês. O dinheiro já está faltando, porque sempre falta em clube de futebol. O Renato tem uma proposta, de ponta de mercado brasileiro, mas é coisa nossa, minha, do clube e dele; quem vai negociar mais adiante. Tenho esperanças que iremos consolidar um acerto”, declarou o presidente do Tricolor Gaúcho.

 

Comentários