Grêmio confirma renovação de contrato com Everton até 2022

Em 191 partidas desde que subiu para a equipe principal, em 2014, Everton já soma 43 gols marcados pelo Grêmio.

Por
Compartilhe

Cebolinha no Grêmio até 2022! O Tricolor Gaúcho informou nesta última quarta-feira a renovação do vínculo de Everton por mais dois anos, encerrando assim em 2022. O atual contrato do atacante expirava no final de 2020.

Everton no momento da assinatura de seu novo vínculo com o Tricolor Gaúcho.Everton no momento da assinatura de seu novo vínculo com o Tricolor Gaúcho.

Em entrevista coletiva após a assinatura do novo contrato, o atacante gremista agradeceu pela confiança da direção.

“Fico muito agradecido pela confiança depositada em meu trabalho, é um trabalho que vem dando resultado. Só o Grêmio tem a ganhar com isso, com meu crescimento em campo. Fico feliz de poder ajudar”, declarou Everton.

Com a assinatura do novo contrato, o jogador passará a ter uma valorização salarial maior e consequentemente, uma multa rescisória maior também. Com isso, o Grêmio se resguarda das constantes sondagens a respeito do atacante, que já andou recebendo algumas propostas do “Velho Continente”, mas todas negadas pela direção tricolor.

De acordo com o diretor executivo do Grêmio – André Zanotta, a multa rescisória de Everton é superior aos 60 milhões de euros, onde o mesmo destaca dizendo o seguinte: “A multa é acima de 60 milhões de euros, algo assim. Espero que cada vez mais a gente consiga vendas expressivas como a do Arthur. Tem tudo para bater esse recorde”.

Cebolinha como é conhecido pelos companheiros e torcedores, foi um dos grandes responsáveis pela classificação gremista as quartas de final da Libertadores, na última terça-feira, onde o Tricolor Gaúcho derrotou o Estudiantes, da Argentina no tempo normal e posteriormente nas cobranças de pênaltis.

Na atual temporada, o atacante já marcou 15 gols com a camisa “Tricolor”. Em 191 partidas desde que subiu para a equipe principal, em 2014, Everton já soma 43 gols marcados pelo Grêmio.

Mais sobre: gremio everton contrato
Comentários