Faltando pouco mais de um mês para o fechamento da janela de transferência para o exterior, o Grêmio que por muitas vezes comemorava a abertura do mesmo, agora torce para que o período de transferências se encerre o mais breve possível - ainda mais depois do Tricolor conquistar a América e participara do Mundial de Clube, aonde pode colocar seus atletas na vitrine.

Com nomes como Luan, Michel e até mesmo Marcelo Grohe como alvos do mercado da bola, a direção gremista em conjunto com a comissão técnica se fecha a novas saídas, para assim evitar um "desmanche" no grupo campeão.

Nos últimos dias, o que mais o executivo André Zanotta vem fazendo no Grêmio é responder as propostas que chegam a seus jogadores e como resposta, um belo "não queremos vender" é respondido aos clubes interessados.

Vale lembrar que na última semana surgiu uma informação dando conta de que a Lazio, da Itália estaria interessada em Luan - a notícia partiu da imprensa italiana, mas a direção do Grêmio garante que até o momento nada de oficial chegou à mesa da presidência.

Outro que tem sido alvo de constantes demonstrações de interesse por parte do futebol do exterior, é o volante Michel, que está na mira do futebol árabe - esse sim com possibilidade de ver sua saída concretizada nos próximos dias. Se confirmar a saída de Michel, o Tricolor promete ir ao mercado, visto que já perdeu Arthur recentemente - vendido ao Barcelona.

Além de Luan e Michel, Everton é outro jogador gremista que está na mira de times de fora do país, com constantes especulações. Até mesmo sondagens em relação a Marcelo Grohe já surgiram na atual janela de transferências - o goleiro gremista recebeu contatos de clubes do México, da Itália e do futebol árabe.

Em entrevista ao site "globoesporte.com", André Zanotta - diretor executivo do Grêmio destaca o seguinte:

"Nós sabemos que a visibilidade do Grêmio nos últimos anos foi grande. Os jogadores se destacaram e por isso chamaram a atenção. Houve sondagens, possibilidades, mas até agora, nada de concreto. Não temos a menor intenção de perder Everton e Luan. A nossa expectativa é que eles continuem aqui; pelo menos até o final da temporada, mas também sabemos que essa janela é longa. Não temos intenção de nos desfazer de mais peças, principalmente destas duas, que são importantes na engrenagem montada pelo Renato", destacou o executivo.

Marinho - a frente, o único reforço do Grêmio até aqui nesta janela de transferências.

Com as saídas recentes de alguns jogadores, como por exemplo, Arthur, Maicosuel e Lucas Poletto, o Grêmio também foi ao mercado, onde trouxe nesta janela o meia-atacante Marinho, que veio do futebol asiático.