Mais uma vez? Novamente o meia-atacante Luan, do Grêmio, volta à mira de clubes italianos. Depois da Lazio tentar levar Luan na última janela de transferências, o time italiano volta a sua busca pelo "reforço", ainda mais depois da saída de Felipe Anderson, que está sendo negociado com o West Ham, da Inglaterra.

A informação publicada pelo jornal italiano "Gazzetta dello Sport", ainda indica que a única coisa que pode impedir o time italiano de tirar Luan do Grêmio, deva ser mesmo a sua multa rescisória, porém, a direção da Lazio tentará entrar em acordo com a direção gremista.

Com novo contrato até 2020 assinando em 2017, Luan tem uma multa rescisória na casa dos 25 milhões de euros, já os italianos (da Lázio) estariam dispostos a pagar no máximo 18 milhões de euros - assim sendo, existe uma diferença de 7 milhões de euros a serem negociados entre as partes e é ai que eles querem sentar com o Grêmio para acertar essa diferença.

Como já repassamos essa não é a primeira vez que o craque gremista é alvo do time italiano, lembrando que no início do ano, a imprensa local informou o interesse da Lazio no jogador brasileiro, com direito até a uma consulta a seu representante - Jair Peixoto. Entretanto, não foi costurada nenhuma espécie de acordo entre as partes.

Na janela de transferência da metade do ano passado, o meia-atacante gremista chegou a receber propostas da Sampdoria, da Itália e do Spartak Moscou, da Rússia - essa última por sinal chegou a ser aceita pela direção do Grêmio, porém, o jogador optou por não se transferir para o futebol russo, que acabou levando Pedro Rocha em seu lugar.