Grêmio é Bi-Campeão da Recopa Sul-Americana

Goleiro Marcelo Grohe brilha na última cobrança das penalidades e consagra terceiro título do Tricolor em um ano e meio.

Por
Compartilhe

Mais uma taça para guardar na Arena do Grêmio. O Tricolor conquistou ontem o bi-campeonato da Recopa Sul-Americana. A conquista sobre o Independiente-ARG veio após um jogo sem gols, interferência do árbitro de vídeo e expulsão de jogador adversário. Nos pênaltis, o goleiro Marcelo Grohe brilhou na última cobrança regular e deu do Grêmio mais um título.

Título, título e títuloTítulo, título e título

Pouco menos de três meses após conquistar a terceira Libertadores da América, o Grêmio ergue mais uma taça internacional, a Recopa Sul-Americana - confronto que reúne os campeões da Libertadores e Sul-Americana - é a chance de coroar a melhor campanha entre os campeões continentais. Do outro lado estava o Independiente, um dos clubes mais "copeiros" da América, dono de sete títulos da Libertadores, e que desbancou o Flamengo na final da Sul-Americana ano passado para conquistar o Bi-campeonato daquela competição. 

Leia também:

No jogo de ida, o Grêmio, ainda voltando de férias, não teve um desempenho invejável, mas conseguiu sair da Argentina com um empate em 1-1 e trouxe a responsabilidade para casa. Na partida de ontem, emoções a flor da pele e muitas disputas acirradas deixaram o jogo truncado e, novamente, a arbitragem fez uso do VAR (Árbitro de vídeo) para julgar um lance capital. Em dividida de bola com Luan, Amorebieta deixou o pé no peito do adversário. O jogador do Grêmio ficou extremamente revoltado com o lance - que deixou marcas de sangue no corpo - e o árbitro optou por avaliar o lance através do vídeo. Com mais clareza, o senhor Enrique Cáceres sacou o cartão vermelho e aplicou ao jogador do Independiente.

Luan sofre faltaLuan sofre falta

 

Antes disso, ainda nos primeiros minutos de partida, o lateral Leo Moura sentiu fortes dores e teve de ser substituído. Renato Gaúcho optou pelo ingresso do também zagueiro Paulo Miranda.

Com um a menos, o Independiente se fechou, mas com velocidade deu muito trabalho à defesa composta por Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Walter Kannemann, Paulo Miranda e Cortez. Na frente, as tentativas do tricolor passavam pelos pés de Alisson, Luan e Everton, mas paravam no goleiro Campaña.

Consagração dos goleiros

A partida não saiu do zero no placar, dentro do tempo regulamentar por causa de um cara: o goleiro Campaña. O arqueiro fez defesas importantíssimas e segurou o resultado durante os 120 minutos de jogos e prorrogação. Do outro lado, Marcelo Grohe praticamente assistia a partida dentro de campo.

Com o placar inalterado, a decisão do título ficou para ser decidida nas cobranças de pênaltis. Foi aí que Marcelo Grohe trabalhou e, após ótimas cobranças gremistas, o goleiro pegou a última penalidade e correu para o abraço da torcida pelo terceira vez em um ano e meio. 

Grohe defende e dá o título ao GrêmioGrohe defende e dá o título ao Grêmio

"O jogo foi muito difícil. O Independiente valorizou muito a nossa conquista. Eu pude pegar a última bola, mas a vitória é de todos. Esse grupo está na história do Grêmio, é bicampeão da Recopa e começar o ano ganhando é muito bom", afirmou Marcelo ao SporTV.

Jogadores celebram mais uma taçaJogadores celebram mais uma taça

Apesar do título importante para dar sequência ao trabalho do técnico Renato, o Grêmio agora volta as atenções ao campeonato regional, onde enfrenta situação delicada e precisa vencer, no sábado, o Novo Hamburgo, para não cair para a divisão de acesso.

Comentários