O Grêmio tem um novo treinador e ele já está em Porto Alegre, onde fora apresentado nesta sexta-feira; trata-se mesmo de Tiago Nunes, velho conhecido da torcida gremista, que o viu comandando as categorias de base entre os anos de 2013 a 2015.

Presente na Arena na noite desta última quinta-feira, onde assistiu a vitória gremista pelo placar de 2 a 1 sobre o La Equidad, na estreia da Copa Sul-Americana, o comandante do Grêmio esteve reunido com a direção horas antes para assinar contrato, válido até dezembro de 2022.

Estreia

Já regularizado no BID, muito provavelmente Tiago Nunes deva fazer sua estreia a frente da nova equipe já neste sábado, diante do Ypiranga, pela última rodada do Gauchão 2021, às 21h.

Além do treinador, também foram confirmados os nomes dos integrantes de sua comissão técnica, bem como Evandro Fornari e Kelly Guimarães, que serão seus auxiliares e Pedro Sotero, que será o analista de desempenho.

Primeiras palavras como treinador do Grêmio

Em sua primeira coletiva como novo técnico gremista, Tiago Nunes falou que gostaria de dar continuidade ao trabalho e ao legado deixado por Renato Portaluppi, que comandou o Grêmio por quatro ano e sete meses.

"Primeiro gostaria de agradecer publicamente a confiança da direção e do nosso torcedor. Fui muito bem recebido aqui no clube. Colegas que já trabalhei, muito feliz de volta ao Grêmio. Como falei, o Renato, e uso as palavras do Hermann, é insubstituível pela representatividade que tem, história e ligação com o clube. Não tenho a menor intenção de substituí-lo, mas sim de continuar seu trabalho e o legado deixado por ele. Ter equilíbrio para tomar as decisões necessária e dar sequência aos anos bons do Tricolor. Já conversei com o Renato ontem, foi muito carinhoso, a ele estendo meu agradecimento. Não entramos em detalhes técnicos e táticos, mais questões de receptividade", declarou o treinador em sua apresentação na Arena.