Grêmio empata na Argentina pela Recopa Sul-Americana

Com empate em 1 a 1, a decisão ficou mesmo para a Arena do Grêmio, em Porto Alegre, na próxima quarta-feira.

Por
Compartilhe

Os primeiros 90 minutos da decisão da Recopa Sul-Americana entre Grêmio e Independiente terminou empatada. Com jogo disputado no estádio Libertadores da América, na Argentina, os “Reis de Copas” fizeram um duelo marcado pela rivalidade Argentina x Brasil. Os gols da partida foram marcados por Luan e Cortez (contra). Mas o que marcou mesmo foi o árbitro de vídeo, que foi fundamental para a expulsão do atacante Gigliotti, do Independiente, que em uma disputa de bola levou o braço até o rosto de Kannemann, acertando uma cotovelada no zagueiro gremista.

O gol gremista foi antes da expulsão do jogador do time argentino, aos 21 minutos da etapa inicial, Luan aproveitou uma bobeira da zaga do Independiente e com categoria só tocou na saída do goleiro Campaña – Grêmio 1 a 0.

Luan comemorando seu gol na grande decisão da Recopa.Luan comemorando seu gol na grande decisão da Recopa.

Aos 26 minutos, o lance do jogo – em disputa com Kannemann, o centroavante argentino deu uma cotovelada no zagueiro gremista. De primeira o árbitro só puniu Gigliotti com o cartão amarelo e foi a partir daí que os gremistas pediram o auxílio do árbitro de vídeo; após ver o lance na “TV”, o árbitro da partida retornou a campo e expulsou o atacante argentino.

Em dividida entre atacante e zaguerio, o atacante argentino foi expulso por agredir o jogador gremista.Em dividida entre atacante e zaguerio, o atacante argentino foi expulso por agredir o jogador gremista.

Mas não se engane quem achou que depois da expulsão do jogador do Independiente as coisas para o Grêmio melhoraram. Não. O time argentino foi para cima. Aos 32 minutos ainda da etapa inicial, com um a menos em campo, o Independiente através de uma cobrança de falta conseguiu a igualdade no placar - Bruno Cortez em um lance infeliz tentou desviar, mas com esse desvio, a bola mudou a direção e encobriu o goleiro Marcelo Grohe – 1 a 1. Assim foi a história do primeiro tempo.

Como estão em início de temporada, os times cansaram na etapa final e não souberam aproveitar as poucas oportunidades. Com o fim da partida, a decisão ficou mesmo para o Brasil na próxima quarta-feira, dia 21 de fevereiro, as 21h45, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Quem vencer leva a taça, um novo empate, seja ele pelo placar que for, levará a decisão irá para a prorrogação, persistindo o empate, a partida será decidida nas cobranças de pênaltis.

Comentários