Sem chances de Rafinha no Grêmio; pelo menos é essa a informação dada pelo próprio presidente gremista, que na noite desta última segunda-feira antes da partida contra o São José, pelo Campeonato Gaúcho, descartou qualquer investida no lateral-direita.

Mesmo com seu treinador querendo contar com o atleta na temporada, Romildo e seus pares avaliam que a posição hoje no elenco gremista está bem servida e deixará reforços para outros setores; a busca mais urgente é por um atacante.

Romildo Bolzan

"Conversamos, mas externei, estabeleci este raciocínio e acabou aí. Quando há uma voz presidencial, há uma voz presidencial. Muitas vezes cedemos, mas, desta vez, pelo projeto, não fizemos algo desta natureza", declarou o mandatário tricolor.

Avaliação gremista para a lateral

Mesmo com Renato querendo contar com Rafinha em seu elenco, a direção do Grêmio avaliou bem a situação e determinou que já conta com peças suficientes para o setor. Além de contar com Victor Ferraz, há ainda outras três peças, como Vanderson, Felipe e Leonardo Gomes - esse último voltando somente em maio após recuperação de uma cirurgia no joelho direito.

Busca por um atacante

Mesmo descartando a busca por Rafinha, o Grêmio vai seguir no mercado, onde tem como prioridade um atacante e assim já busca nomes para essa posição: Rafael Borré, do River Plate chegou a ser citado, mas está fora da pauta pelo seu alto custo.

Bolzan mantém mistério quanto aos nomes conversado, mas assegura que conta com vários em sua lista, onde busca não dar um prazo para anunciar a chegada desse.