O Grêmio segue em buscas de reforços de peso para a temporada 2021. Dentre muitas posições que necessitam de reforços ou de melhor aproveitamento das categorias de base, o tricolor gaúcho teve um nome em avaliação pela direção do clube: Trata-se do lateral-direito Rafinha, que está sem clube desde que rescindiu com o Olympiacos, da Grécia.

Em negociações adiantadas com o Flamengo para seu retorno ao futebol brasileiro, a possibilidade do Grêmio apareceu como possibilidade nos últimos dias. Sem acerto com o rubro-negro por conta de divergências no acordo financeiro (principalmente pelo pagamento de luvas), as tratativas entre jogador e Flamengo se arrastam há algumas semanas. Nessa situação, o Grêmio observa de perto.

Grêmio terá reunião com staff de Rafinha

Tanto que, de acordo com informações publicadas pelo site GE, e confirmadas pelo nosso portal, o Grêmio terá um novo encontro com o staff de Rafinha na tarde desta quinta-feira. O clube pretende receber atualizações sobre o status da negociação com o Flamengo, e seguir conversando sobre a possibilidade de chegada ao Grêmio, caso os valores sejam considerados acessíveis pela diretoria.

Segundo rumores, o Flamengo teria oferecido aproximadamente R$650 mil de salários, valor considerado baixo pelo jogador. Rafinha, por outro lado, teria pedido R$750 mil mensais. Além disso, o jogador deseja que o pagamento das luvas sejam feitos de forma diluída nos salários, enquanto o Flamengo teria o desejo de pagar a bonificação de forma total, apenas no ano de 2022.

O Grêmio segue no páreo principalmente pelo desejo de Rafinha de trabalhar com o técnico Renato Portaluppi. Antes do início das tratativas com o Flamengo, o jogador foi oferecido ao Grêmio, que desde então, analisa seu nome.

Mesmo assim, a direção tricolor nega publicamente qualquer possibilidade de negociação. Segundo os dirigentes, a posição de lateral não é uma das prioridades do time na temporada, já que o jovem Vanderson vem recebendo oportunidades no time titular, além de Victor Ferraz. Este último tem seu futuro indefinido e recebeu sondagens do Ceará.