Com um termo aditivo assinado na última semana para os jogos decisivos pela Copa do Brasil, Renato Portaluppi que viu o seu Grêmio ser derrotado neste último domingo para o Palmeiras, por 1 a 0, na primeira partida das finais da segunda maior competição nacional; em coletiva pós-jogo evitou falar em renovação ou saída do comando técnico Tricolor.

Renovação

Essa foi uma das perguntas durante a coletiva de Renato Portaluppi após derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, onde o profissional em questão evitou falar sobre o tema, prometendo foco total na decisão.

"Único comentário que vou fazer, é que troco ideias com o presidente. Essa semana, os colegas do Sul afirmaram 100% que acertei com o Atlético-MG. Até gostaria de responder, mas prefiro ficar quieto. Não é nem uma pergunta, mas um comentário que tenho que fazer com o presidente, conversar com ele sobre esse assunto. Não temos conversado muito sobre isso. O mais importante do momento é o título da Copa do Brasil. A renovação ou não do Renato não tem importância neste momento. É um papo que mais cedo ou mais tarde vou ter com o presidente", declarou o técnico em resposta a tal questionamento.

Mesmo dando incerteza de sua permanência em Porto Alegre, o vice de futebol do Grêmio aposta que Renato irá renovar seu vínculo com o Tricolor Gaúcho, onde ao mesmo tempo garante que se ele for embora, o Grêmio terá um substituto a ser anunciado.

"Quanto ao Renato renovar ou não, é um assunto que tratamos com enorme responsabilidade. No momento adequado faremos a comunicação de como o assunto está sendo levado. Primeiro temos muita confiança que o ele possa permanecer conosco. Se eventualmente isso possa não ocorrer, que não acredito, o Grêmio buscará alternativas sim", comentou o dirigente.

Desde 2016 a frente do comando técnico do Grêmio, Renato Portaluppi ajudou esse a voltar às glórias, com as conquistas da Copa do Brasil de 2016, onde hoje busca o bicampeonato; além claro, da Libertadores da América de 2017.