O Grêmio que saiu vitorioso na noite desta última quarta-feira diante do Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, no primeiro jogo de 2021 e onde conseguiu entrar no "G4", ficando assim mais próximo do líder São Paulo, volta agora a se preocupar com o Porto - de Portugal.

Sim, o Porto quer a todo custo tirar a principal estrela do Grêmio ainda neste mês de janeiro, segundo as últimas informações dos jornais locais, como o diário "Record", que traz em sua última reportagem a respeito do assunto, notícias de que o clube em questão pretende definir a contratação do jovem atacante gremista até esse final de semana.

Para isso, o clube português tenta fazer de tudo para reduzir as exigências do Tricolor Gaúcho, fixando assim um valor disponível a pagar: 15 milhões de euros - cerca de R$ 97,6 milhões, na atual cotação.

O "Record" cita em sua reportagem a boa situação financeira do Porto para tentar convencer o Grêmio a aceitar a venda de Pepê, declarando ainda que o clube português está confiante em um desfecho favorável nos próximos dias, em nos termos por eles apresentados.

Grêmio quer 20 milhões de euros

No entanto, o presidente Romildo Bolzan em entrevista recente declarou que espera uma oferta na casa dos 20 milhões de euros para liberar o jogador.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o clube português aqui em destaque tenta levar Pepê para junto de seu elenco. No meio da temporada 2019, o Porto apresentou uma proposta pelo atacante, que naquela ocasião acabou sendo recusada pela direção gremista.

Só que desta vez parece que será diferente, pelo menos no entendimento do Porto, que para atender a um pedido do técnico Sérgio Conceição, promete vir pesado para cima do Grêmio, onde contará com um aliado - o ex-jogador Deco.

Deco segundo informações do jornal "A Bola" teria ligado para Pepê e passado a esse informações e referências sobre o Porto e sobre a cidade. Vale aqui salientar que Adriano Spadoto - empresário do atacante gremista é amigo de Deco.