Desde o início da gestão Romildo Bolzan Jr a frente do Grêmio, além da instituição ter retomadoo caminho das conquistas e, ano após ano, disputar as competições mata-mata até suasfases de afunilamento, o clube se caracteriza pela formação de inúmeros craques em sua categoria de base.

Após a conquista do tricampeonato da América em 2017, a cada temporada que passa, a direção gremista consegue vender, pelo menos, um atleta oriundo de suas categorias de base por altas cifras.

Em 2018, com o grande destaque na Libertadores do ano anterior, o volante Arthur foi vendido ao Barcelona, da Espanha. Na ocasião, a negociação entre os clubes foi fechada em cerca de 30 milhões de euros mais os gatilhos pré-determinados em contrato.

Logo no início de 2019, sem ao menos ter estreado pelos profissionais do Grêmio, o atacante Tetê foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. No total, o Tricolor Gaúcho detinha 60% dos direitos econômicos do jogador, porém só vendeu 45% ao clube ucraniano por 10 milhões de euros, ficando com 15% de uma futura venda.

Já em 2020, considerado o principal jogador do plantel gremista na temporada anterior, Everton Cebolinha se transferiu ao Benfica, de Portugal, deixando 13 milhões de euros nos cofres do clube - a negociação foi finalizada em 20 milhões de euros, porém apenas 65% do valor ficou com o Grêmio.

Conheça o lateral fenômeno da base gremista

Contrariando o histórico de formação da instituição - ao longo dos anos, o clube se caracterizou por formar, principalmente, volantes - o Grêmio já começa a apresentar na equipe profissional o lateral direito considerado fenômeno na base.

Trata-se de Vanderson de Oliveira Campos, mais conhecido simplesmente como Vanderson. Lateral direito de apenas 19 anos de idade, o jogador ganhou sua primeira oportunidade no grupo principal na noite do último domingo, em partida que o Grêmio venceu o Atlético-GO por 2x1, na Arena.

Natural de Rondonópolis-MT, Vanderson chegou à base gremista no ano de 2018 após atuar por seis meses no Rio Branco-SP, onde se destacou na disputa do Campeonato Paulista sub-17.

Jovem obteve grande destaque na Copa SP de Futebol Jr deste ano

Em 2020, no início da temporada, o jovem lateral, juntamente com Diego Rosa e Elias, foi um dos principais destaques na campanha gremista do vice-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Jr.

Vanderson possui contrato longo com a instituição

Como é de praxe, antes de subir ao profissional, Vanderson ampliou seu contrato com o Grêmio até o final de 2024, com uma multa rescisória de 50 milhões de euros. O Tricolor Gaúcho possui 50% dos direitos econômicos de Vanderson, entretanto, no contrato de parceria firmado com o Rio Branco-SP, há a possibilidade de adquirir mais 20% do jogador.