Vivendo seu melhor momento na temporada, tendo 16 jogos de invencibilidade e estando às vésperas de duas decisões contra Santos e São Paulo, respectivamente, pelas quartas de final da Libertadores da América e semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio já se movimenta, nos bastidores, para tentar qualificar seu elenco, visando o ano de 2021.

Direção gremista encaminhou a vinda de Pedro Aquino para o início do ano que vem

Conforme a reportagem já havia informado há semanas atrás, antes do fechamento da janela de transferências, a pedido do técnico Renato Portaluppi, a direção gremista tentou a contratação de um primeiro volante.

O principal nome que estava na pauta era Pedro Aquino, volante peruano que atualmente está no León, do México, onde possui contrato até junho de 2021. Por mais que a intenção inicial fosse de trazer o atleta de 25 anos para reforçar a equipe ainda neste ano, o Grêmio deixou encaminhada sua vinda para o início de 2021.

Benítez, do Vasco, interessa ao Grêmio

Mesmo já tendo em seu plantel Jean Pyerre e Pinares para a função de armação, o Grêmio continua atento ao mercado para tentar agregar qualidade à posição. O meia Benítez, que pertence ao Independiente, da Argentina, e está no Vasco, onde possui contrato até o dia 31 de dezembro, está no radar da alta cúpula gremista.

Dirigente confirma proposta do Grêmio por Benítez

Em conversa com a ESPN, Jorge Damiani, diretor esportivo do Independiente, que revelou que o clube argentino foi procurado pelo Grêmio, que, segundo o dirigente, já fez até mesmo proposta oficial para contar com o futebol de Benítez. Além do Grêmio, Damiani declarou que o Palmeiras também buscou informações sobre o meia argentino.

De acordo com o diretor, dentre os clubes interessados no jogador, o Grêmio é o que vem fazendo os contatos mais intensos ao Independiente.

Vasco possui prioridade de compra

Conforme apuração da reportagem, Benítez tem contrato com o Vasco até o dia 31 de dezembro. O clube carioca possui a preferência de compra até o próximo dia 15. Em contrato, não há um valor pré-determinado, porém o Independiente pede 4 milhões de dólares para vender 60% dos direitos econômicos do atleta.