Enfim, o maior reforço do Grêmio nos últimos anos está próximo de ser confirmado. Douglas Costa deve ser o novo reforço do tricolor gaúcho, em uma negociação que durou pelo menos, 2 meses e meio. Entre muitas conversas, tentativas e espera, as partes chegaram a um acordo, e agora, restam detalhes para que o anúncio oficial seja realizado.

Durante pelo menos uma semana, Grêmio, Juventus e Bayern de Munique, clubes envolvidos nesta situação, estavam trocando documentos e termos oficiais para que a negociação começasse a progredir. Por ser uma transferência fora da janela de transferências na Europa, foi necessário que os clubes entrassem com pedido especial na FIFA para ter autorização do negócio.

Com isso feito, o Grêmio deve realizar o anúncio oficial assim que tiver os documentos de inscrição em mãos. Por questões legais, o tricolor tem até às 23h59 deste domingo (23) para realizar a inscrição de Douglas Costa no TMS, plataforma de inscrições da FIFA.

A tendência mais forte é de que seja feito um empréstimo de uma temporada, por questões de fair play financeiro envolvendo a Juventus. Depois disso, o jogador deve assinar vínculo definitivo com o Grêmio. Estima-se que o salário seja de no máximo, R$1,5 milhão mensais.

Aos 30 anos de idade, Douglas Costa estava no futebol europeu desde 2010, quando foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. De lá, passou por Bayern de Munique e Juventus, onde oscilou e nas últimas 3 temporadas, foi prejudicado por seguidas lesões. Neste período, foram 9, sendo 7 musculares.