Assim como estamos divulgando nos últimos dias, a Confederação Brasileira de Futebol parece estar se movimentando para trazer o futebol de volta aos gramados - aqui entenda a Copa do Brasil e o Brasileirão; obviamente que esses somente a partir de agosto, assim como todas as suas "Séries" - A, B, C e D.

A informação foi mais uma vez confirmada pelo Secretário-Geral da entidade - Walter Feldman, que nesta última segunda-feira avisou que a CBF está planejando em um primeiro caso avaliar a realidade de adaptação dos clubes nas divisões de elite - que no caso seriam as Séries A e B, para somente depois divulgar o calendário próprio para as Séries C e D.

Ainda durante sua entrevista concedida a alguns meios de comunicação esportivos, o dirigente da CBF destacou que a entidade tem estudado questões de rotinas desses clubes no chamado, "novo futebol", sobretudo no tocante as viagens e segurança das delegações.

"Estamos observando a malha aérea, por isso nós estamos neste momento vendo como muito importante a questão dos estaduais porque eles possuem uma logística mais tranquila e mais próxima. Com a articulação que a CBF vem realizando com o Governo Federal e Infraero, vamos aos poucos designando o retorno gradual da malha aera para que a demanda dos campeonatos nacionais seja estabelecida. É um retorno combinado", disse Feldman em entrevista a "TV Meio Norte", do Piauí.

Walter Feldmann - dirigente da CBF
Walter Feldmann - dirigente da CBF

Nesta mesma, ele ainda declarou o seguinte:

"Evidentemente estamos trabalhando com a concepção das Séries A e B como referência. É provável que, se todos os parâmetros de saúde, logística e adaptação da CBF ocorrerem relativamente de forma tranquila nessas duas séries, haverá a definição de calendário para a C e D. O presidente da CBF não orientou o cancelamento de nenhuma competição. C e D devem seguir a mesma logística da A e B".

Diferentemente das Séries A, B e C - que possuem 20 clubes cada uma, a Série D conta com 68 clubes disputando a competição.

Após uma reunião realizada através de videoconferência com os dirigentes das Séries A e B, a entidade máxima do futebol no Brasil deu a entender que o Brasileirão deverá ter seu início marcado para ocorrer entre os dias 08 e 09 de agosto - vale também aqui salientar que no dia de ontem, os clubes da Segunda Divisão Brasileira enviaram um documento a CBF pedindo um adiamento de pelo menos uma semana nessa data - algo que deverá ser analisado por Rogério Caboclo - presidente da Confederação.