Uma das grandes incógnitas do Atlético-MG para a temporada de 2020 atende pelo nome de Juan Cazares. O meia equatoriano, que chegou a ser colocado no mercado pela diretoria atleticana, e inclusive cogitou envolver o jogador em algumas negociações nas últimas semanas, trabalha agora para recuperar um de seus atletas mais talentosos e qualificados. Entretanto, um fator foi decisivo para a alta cúpula do Galo tomar esta decisão: Trata-se de Rafael Dudamel, novo técnico do time.

Com contrato até o fim de 2020 com o Atlético-MG, Cazaes dava indícios de que não estaria disposto a renovar seu contrato, o que facilitaria uma saída sem nenhum retorno financeiro ao Galo. Logo, esta janela de transferências seria a última oportunidade para fazer dinheiro com o jogador. Sem nenhuma proposta concreta, a diretoria atleticana estudava envolver o camisa 10 em uma troca. Mesmo assim, de acordo com informações internas, a renovação de Cazares é tratada como improvável, mas os primeiros dias de trabalho com o novo técnico animaram o jogador. A saída de Cazares nesta janela já não é tão provável como já foi.

Em sua entrevista de apresentação, Rui Costa, diretor de futebol do Atlético, foi questionado sobre como Cazares será utilizado no elenco atleticano. O dirigente foi enfático e declarou que se "quiser jogar", o meia terá papel fundamental no time:

Após especulações, Cazares deve permanecer no Atlético-MG. (Foto:Divulgação)
Após especulações, Cazares deve permanecer no Atlético-MG. (Foto:Divulgação)

"O Cazares é um dos grandes jogadores do Brasil, talvez da América do Sul, e é jogador do Galo. Temos que valorizar isso. Ele teve momentos bons e ruins no ano passado, mas ele é um jogador que tem qualidade técnica e tem vínculo como clube. Para que ele saia do Galo, tem que ser uma proposta que seja importante, que justifique a sua saída. Na apresentação (ao elenco), o Dudamel pontuou muito isso, falou da importância dele, desde que ele (Cazares) esteja compromissado, e ele falou isso para vários jogadores. E eu vi um brilho no olhar do Cazares que eu não tinha visto ainda." disse o diretor.

Se de fato permanecer no Galo, Cazares terá mais uma temporada para ampliar números e tentar conquistar um título de expressão pelo clube. Ele chegou ao Atlético em 2016. Fez, até aqui, 204 jogos e 41 gols com a camisa alvinegra. É o estrangeiro com mais jogos pelo clube, na história, e o segundo estrangeiro que mais fez gols pelo Galo, com apenas um a menos que Lucas Pratto.