Luis Henrique pede para deixar a seleção espanhola por problemas pessoais

Segundo o mandatário do futebol espanhol, Luis Henrique foi quem tomou a iniciativa de se desligar da função na seleção espanhola; em seu lugar, Roberto Moreno assumirá o comando da “Fúria” – como é conhecida a seleção do país por seus torcedores.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A Seleção da Espanha está sem treinador. Luis Enrique não é mais o comandante técnico da "Fúria". O comunicado foi realizado nesta manhã de quarta-feira pelo presidente da Real Federação Espanhola de Futebol - Luis Rubiales, que anunciou a saída do mesmo por motivos pessoais e que não foram revelados.

Segundo o mandatário do futebol espanhol, Luis Henrique foi quem tomou a iniciativa de se desligar da função na seleção espanhola; em seu lugar, Roberto Moreno assumirá o comando da "Fúria" - como é conhecida a seleção do país por seus torcedores.

Luis Henrique - ex-treinador da Seleção da Espanha.Luis Henrique - ex-treinador da Seleção da Espanha.

"Luis Henrique nos comunicou nesta manhã que não irá continuar como treinador. Pedimos que respeitem a sua intimidade. Estamos com ele, deixamos claro que as portas sempre estarão abertas. Acreditamos na equipe de Luis Henrique; são nossos valores. A decisão da Federação é de que em seu lugar, Roberto Moreno assumirá, com as mesmas condições. Agradecemos ao Luis e ao Roberto. Estamos convencidos de que é a melhor opção." Declarou o presidente.

Em nota o ex-técnico da Espanha se despediu e agradeceu a RFEF:

"Devido aos motivos que me impedem de desempenhar como normalidade as funções como treinador desde o mês de março, decidi no dia de hoje deixar o cargo. Todo o meu agradecimento aos responsáveis pela RFEF, pela confiança e pela compreensão. Agradeço especialmente a todas as pessoas que formam a comissão técnica e aos jogadores pelo profissionalismo. Agradeço aos meios de comunicação pela discrição e pelo respeito a situação. Obrigado, de coração!".

Sem conseguir comandar a Seleção da Espanha direito desde março deste ano, quando abandonou a concentração antes da partida diante de Malta - vindo a ficar de fora ainda das partidas de junho, Luis Henrique desde que assumiu o comando da "Fúria" em julho de 2018, permaneceu à frente da mesma em 11 meses. Além da seleção espanhola, Luis Henrique também já comandou alguns clubes, bem como o Celta, o Barcelona e a Roma.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal