O técnico Levir Culpi não é mais funcionário do Atlético-MG. A derrota para o Cerro Porteño por 4x1, no Paraguai, foi o suficiente para a diretoria atleticana optar por exonerar Levir Culpi. O treinador se reuniu com o presidente no fim da manhã desta quinta, na sede do clube, no bairro de Lourdes, e foi comunicado sobre o desligamento.

Logo após receber a notícia da demissão, Levir Culpi fez a seguinte declaração ao repórter do programa Globo Esporte, da Rede Globo:

"- Você esperava alguma coisa diferente? Fui chamado pelo presidente e a partir de hoje não sou mais o técnico do Atlético. Foi um comunicado oficial. Saio com o sentimento ruim, de derrota." comentou o técnico.

A demissão de Levir Culpi acontece às vésperas da final do Campeonato Mineiro, onde o Galo enfrenta o Cruzeiro. Nesta manhã, o elenco atleticano desembarcou no Brasil sob protestos da torcida no aeroporto, e o clima era o pior possível.

Além da mudança na casa-mata, o Galo também anunciou a contratação de Rui Costa para ser o novo diretor executivo de futebol, substituindo Marques, que passou a ser gerente de futebol do clube mineiro.

Levir Culpi estava em sua quinta passagem pelo Galo. No cargo desde outubro do ano passado, quando substituiu Thiago Larghi, o treinador de 66 anos terminou o campeonato brasileiro do ano passado na sexta posição, classificando o clube para a pré-libertadores deste ano.

Nesta temporada, com Levir no comando, foram 22 partidas, entre o Campeonato Mineiro e Libertadores, com 14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, sendo três delas pela competição internacional.