Caboclo assume a CBF com aval da Conmebol e da FIFA

O mandato do novo presidente que inicia nesta terça-feira – 09 de abril de 2019, terá validade até abril de 2023, com a possibilidade de reeleição. Além de Caboclo, oito vice-presidentes assumem no dia de hoje.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A Confederação Brasileira de Futebol tem um “novo” presidente. Trata-se de Rogério Caboclo, que assume a entidade com o aval da FIFA e com um desafio enorme; o de sair da sombra de Marco Polo Del Nero.

Já a frente da CBF, visto que o mesmo era até então um dos diretores máximos da entidade, Caboclo começa nesta terça-feira oficialmente o seu primeiro dia de mandato como o chefe máximo da CBF. O paulistano de 46 anos foi eleito presidente há um ano – em abril de 2018, após o então presidente Marco Polo Del Nero ser banido do futebol pela FIFA.

Rogério Caboclo - assume a presidência da CBF nesta terça-feira.Rogério Caboclo - assume a presidência da CBF nesta terça-feira.

O mandato do novo presidente que inicia nesta terça-feira – 09 de abril de 2019, terá validade até abril de 2023, com a possibilidade de reeleição. Além de Caboclo, oito vices assumem no dia de hoje:

- Antônio Aquino Lopes – presidente da Federação do Acre;

- Antonio Carlos Nunes – ex-presidente da CBF;

- Castellar Guimarães – ex-presidente da Federação Mineira;

- Ednaldo Rodrigues – ex-presidente da Federação Baiana;

- Fernando Sarney – vice-presidente da CBF desde 2004;

- Francisco Noveletto – presidente da Federação Gaúcha;

- Gustavo Feijó – vice-presidente da CBF desde 2014;

- Marcus Vicente – ex-presidente da Federação do Espírito Santo.

Mesmo tento Caboclo a frente da CBF no último ano, quem realmente era o “presidente” com a exclusão de Del Nero do futebol, era Antonio Carlos Nunes – mais conhecido por “Coronel”.

CornelAntonio Carlos Nunes - o coronel era quem assinava no último ano como presidente da entidade.

O novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol é da mesma geração do presidente da FIFA – Gianni Infantino e da Conmebol – Alejandro Domínguez. Ambos assim como Caboclo, também substituíram dirigentes que tiveram seus mandatos interrompidos por denúncias de corrupção.

Além de sair das “saias” de Del Nero, os dirigentes das federações esperam também que Rogério Caboclo anuncie mudanças importantes ainda nesta terça-feira, em seu discurso de posse. A posse de Caboclo como novo presidente da FIFA também é aguardada pela Conmebol e pela FIFA, que não suportavam conviver com a incomum situação do futebol brasileiro, visto que nos últimos anos o Brasil não tinha mais representante nas reuniões dessas outras entidades, uma vez que a pessoa que comandava a CBF não viajava para o exterior para evitar ser preso.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal