Após a notícia de que o Bahia demitiu o técnico Enderson Moreira no último domingo, após a derrota para o Sampaio Corrêa, no último domingo, o clube procura um substituto para o cargo. 

O nome da vez é Roger Machado. Sem clube desde que foi demitido do Palmeiras em julho do ano passado, a negociação entre Roger e Bahia foi confirmada por pessoas próximas ao treinador, mas o clube não se manifesta publicamente sobre o assunto. Entretanto, dentro do clube se trata com cuidado esta negociação, pois é o nome preferido pela diretoria baiana. 

Procurado por alguns clubes ao longo da temporada passada, Roger sempre deixou claro que não irá assumir qualquer equipe em meio de temporada, e acabou frustrando os planos de equipes tradicionais do nosso futebol como Flamengo, Goiás e Santos.

Segundo informações complementares, as tratativas estariam avançadas, mas não se pode confirmar um acerto, ou que o Bahia já tem um novo treinador. Roger foi demitido do Palmeiras com cerca de 68% de aproveitamento. Entretanto, a falta de comando com o grande número de estrelas dentro do vestiário acabou fazendo Roger perder prestígio, e mesmo com bons números, acabou sendo exonerado do cargo.

Roger Machado se destacou no Grêmio, em 2015. Conseguiu a terceira colocação no campeonato brasileiro daquele ano, com um time extremamente limitado. Mais do que os resultados, a forma plástica e ofensiva daquele time do Grêmio rendeu elogios, e virou referência no futebol brasileiro. 

Em 2017, o Atlético-MG contratou o técnico, que foi campeão mineiro, e com 6 meses no cargo, foi demitido com 68% de aproveitamento.