Está confirmado! O corpo encontrado nos destroços do avião que caiu no "Canal da Mancha" era realmente do atacante Emiliano Sala, de 28 anos. Além do jogador, também foi retirado do local o corpo do piloto da aeronave - David Ibbotson, de 59 anos.

Um pequeno monomotor que conduzia o atacante argentino rumo ao seu novo clube - o Cardiff, no País de Gales, partiu do aeroporto de Nantes e desapareceu no dia 21 de janeiro quando sobrevoava justamente o "Canal da Mancha" - local esse com relatos de vários acidentes deste mesmo porte. Desde então, uma força tarefa foi constituída na procura por sobreviventes ou corpos - corpos esses encontrados no início desta semana a uma profundidade de 30 metros, que puderam ser resgatados somente nesta última quinta-feira.

Após passar por autópsia, foi então concluído que o corpo que o submarino robô havia avistado na parte visível dos destroços do avião, era realmente do "ex-jogador" de futebol.

Através de um comunicado feito pelas redes sociais, as autoridades locais publicaram o seguinte:

"O corpo trazido para Portland Port foi oficialmente identificado como o do jogador de futebol profissional Emiliano Sala. As famílias do Sr. Sala e do piloto David Ibbotson foram autorizadas, Nossos pensamentos permanecem com todos eles", informou.

O corpo de Emiliano Sala deverá ser conduzido até a Argentina, onde familiares, amigos e fãs deverão se despedir do atacante, que estava muito feliz por ter a chance de jogar na "Premier League" - a primeira divisão do futebol inglês - mas por infelicidade do destino, o mesmo não quis que ele entrasse em campo por sua nova equipe.

O Nantes - da França, mesmo com toda a tragédia cobra do Cardiff o pagamento do valor pela venda do atleta, ou seja, essa história ainda não terminou.