Minha Torcida Logo

FIFA: Infantino informa que a Copa de 2022 poderá ser dividida

Para o chefe da entidade máxima do futebol mundial, os países vizinhos é que tem que lidar com o assunto na região - a FIFA irá tratar sobre o futebol, que poderá ser uma boa ideia de união para a região.

Por
Compartilhe

Com o intuito de aumentar o número de países participantes já na próxima edição da Copa do Mundo, em 2022 – que será sediada no Qatar, o presidente da FIFA – Gianni Infantino informou na manhã desta quarta-feira na sede da entidade sobre a real possibilidade de dividir a competição com outro país vizinho no continente.

O Qatar dificilmente aceitará essa nova proposta da FIFA, assim como os países vizinho.O Qatar dificilmente aceitará essa nova proposta da FIFA, assim como os países vizinho.

“Se pudermos acomodar alguns dos países vizinhos na região do golfo que são muito próximos para sediar alguns jogos da Copa do Mundo, isso poderá ser benéfico para a região e para o mundo inteiro”, informou o mandatário da entidade máxima do futebol mundial.

Porém, essa divisão não deverá ser nada fácil, uma vez que os países que fazem fronteira com o Qatar, como Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrein e Egito, estão impondo um boicote ao país sede dos próximos jogos desde 2017, sob a alegação que o mesmo estaria apoiando o terrorismo.

Mesmo assim, Infantino defende a ideia de já trazer para a Copa de 2022, o aumento no número de competidores.

“Existem tensões nessa região em particular e cabe aos respectivos líderes lidarem com isso, mas talvez seja mais fácil falar sobre um projeto conjunto de futebol do que coisas mais complicadas”; defendeu ele.

Gianni Infantino - presidente da FIFA.Gianni Infantino - presidente da FIFA.

Para completar, ele acredita que possa sim antecipar a participação de mais país na próxima edição da Copa do Mundo.

“Se você acha que é uma boa ideia termos 48 países disputando os jogos da Copa do Mundo, porque não tentar já? Por isso estamos analisando a possibilidade de termos mais participantes em 2022”, completou ele nesta quarta-feira.

Mais sobre: fifa copa-do-mundo qatar
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais