FIFA convoca reunião emergencial para discutir novas propostas

Em meio a uma crise financeira na entidade, Infantino quer encontrar novas maneiras de arrecadações financeiras.

Por
Compartilhe

E as competições mundiais como um todo poderão sofrer profundas alterações nos próximos meses; pelo menos essa é a ideia do presidente da FIFA – Gianni Infantino, que vê uma competição como a Copa do Mundo de Seleções, sofrer com sérias dificuldades em fechar parcerias com seus patrocinadores.

Gianni Infantino - Presidente da FIFA.Gianni Infantino - Presidente da FIFA.

Para tanto, a entidade máxima do futebol deverá convocar uma reunião emergencial para o próximo mês onde irão tratar sobre o futuro financeiro da FIFA e uma reformulação completa nos torneios internacionais não está descartada. A entidade até mesmo já enviou uma espécie de convocação a todos os conselheiros da FIFA, onde em nome do presidente deixou bem claro que o encontro será para debater uma proposta por investimentos e bancos para financiar um torneio “Mundial de Clubes” e a criação de uma “Liga Mundial de Seleções”; esse pacote giraria em torno de US$ 25 bilhões.

Vale ressaltar que um pacote semelhante a esse sugerido foi apresentado em março, durante o último congresso da FIFA – o que gerou um espanto em muitos dirigentes. A proposta na época quebrava todos os tabus da FIFA, uma vez que os torneios seriam realizados em conjunto com grupos de investidores e o calendário internacional teria que sofrer uma mudança radical.

Tanto o projeto apresentado em março, como o que deverá ser apresentado agora em maio, tem como ideia da realização de um torneio com 24 clubes – denominado de “Mundial de Clubes” que irá substituir a Copa das Confederações. Esse torneio seria bancado por investidores da China, Arábia e EUA e renderia a entidade máxima do futebol, 100% a mais em comparação ao que gera hoje uma competição como a Copa do Mundo, que é atualmente o evento mais importante do planeta.

Já para a “Copa do Mundo”, com a criação da “Liga Mundial de Seleções”, um novo modelo de competição também será apresentado e a competição futebolística mais famosa do mundo passaria não ser mais disputada ao longo de um mês e pouco e sim ao longo de todo um ano, substituindo os amistosos das seleções.

É bom deixar bem claro que algo parecido já foi rejeitado pelas federações europeias, que obrigou ao presidente da FIFA convocar para o próximo mês essa nova reunião; algo que não se via a um bom tempo na entidade desde as prisões dos cartolas, no ano de 2015. Infantino quer tentar alinhavar essa nova proposta em maio, para que chegue no “Congresso Anual” da FIFA, que será realizado na Rússia, durante a Copa do Mundo, com tudo acertado entre as confederações.

Mais sobre: fifa copa-do-mundo mundial
Comentários