O futebol gaúcho amanheceu nesta quinta-feira em luto; morreu aos 66 anos vítima da COVID-19, o presidente do Cruzeiro-RS - Dirceu de Castro, que estava internado na Santa Casa de Misericórdia - na capital, há cerca de duas semanas.

O mandatário cruzeirense era considerado um dirigente histórico do clube, sendo ele o responsável por levar o time à "elite" do futebol gaúcho com título da "Série B ou Divisão de Acesso" em 2010. O mesmo presidiu o clube pela primeira vez entre os anos de 2008 a 2013 e em 2019 reeleito para o mandato até o final deste ano.

Responsável pelo estádio

Além de ter conseguido levar o time a Série A do Gauchão em 2010, ele também é um dos grandes responsáveis pela construção do novo estádio do clube - a Arena Cruzeiro, donde esse levou a mudança de localidade, saindo de Porto Alegre para Cachoeirinha, na região metropolitana.

Nota oficial

Através de uma nota oficial, a Federação Gaúcha de Futebol divulgou o seu pesar pela morte do dirigente, onde decretou luto oficial por três dias.

"A FGF manifesta profundo pesar pelo falecimento de Dirceu Antônio de Castro, presidente do Cruzeiro, ocorrido nesta quinta-feira. diante da perda irreparável, a Federação presta condolências a familiares e amigos e decreta luto oficial por três dias".

O presidente do Cruzeiro-RS que deixa em vida três filhos será velado no Cemitério Jardim da Paz, na capital gaúcha, a partir das 13h - o sepultamento está previsto para o final da tarde.