Atenção! A partir do dia 1º de junho as regras com relação à "mão na bola" mudarão, segundo a International Board - IFAB, órgão competente pela manutenção das regras do futebol.

O mesmo decidiu alterar algumas orientações com o objetivo de simplificar e facilitar a interpretação dos árbitros em campo. A medida foi tomada durante a 135ª Conferência, onde a entidade emitiu uma nota reiterando o resumo da regra, que será: Infração toda vez que a mão ou braço expandir a área do corpo de forma não natural.

Modificação da regra

Vale aqui salientar que a mesma entidade já havia alterado a orientação quanto a essa regra no dia 08 de abril de 2020, onde essa dizia que: O toque de mão involuntário no ataque só deveria ser assinalado caso levasse diretamente a um gol ou a uma "ocasião manifesta de gol". No entanto, com a nova determinação da IFAB, se o toque acidental na mão de um atleta gerar uma assistência para outro atacante que venha a fazer o gol, o lance será legal.

Alteração pode ser implementada mais cedo no Brasil

Mesmo com a medida valendo somente a partir do dia 1º de junho, Marcelo de Lima Henrique - árbitro da CBF alerta para um detalhe importante: A data aqui em questão é escolhida somente por tradição, podendo ser implementada a qualquer instante desde que a Federação consiga a permissão para utilizar a regra o quanto antes. Assim sendo, a mesma poderá ser inserida já desde o início do Campeonato Brasileiro - Temporada 2021, caso a CBF consiga essa permissão.