A Ei Plus comemora o aumento de audiência com a transmissão das partidas do Brasil pelas Eliminatórias e por conta disso, o diretor de esportes da Turner no Brasil - Diego Vieira pretende investir em mais jogos da seleção.

Marcas expressivas no pay-per-view

Mesmo com a transmissão através do pay-per-view, que não agradou a todos os torcedores, a Ei Plus não tem o que reclamar, uma vez que comemora marcas expressivas para o canal de streaming, assim como a BandSports, que também exibiu o último confronto do Brasil através do sistema em questão.

Em entrevista recente ao jornal "Estadão", o diretor de Esporte da Turner Brasil - Diego Vieira, falou a respeito da experiência de transmitir os jogos do Brasil, onde segundo ele, houve um aumento de 10% de audiência do jogo da nossa seleção contra o Peru, na 2ª rodada das Eliminatórias, em comparação ao jogo contra o Uruguai, na 4ª rodada. Os números aqui em descritos pelo diretor do canal indicam que a Turner ficou muito próxima das melhores marcas das partidas da Champions League - carro-chefe da emissora. Os números em questão não foram revelados, pois seriam sigilosos.

Ao ser perguntado pelo jornal em questão já aqui mencionado, sobre qual análise ele faz sobre a transmissão do jogo da Seleção Brasileira contra o Uruguai, Vieira respondeu o seguinte:

"O retorno foi excelente. Tivemos recorde de audiência dentro do Ei Plus e muita gente passou a conhecer a plataforma. Nosso investimento é para oferecer uma proposta de muita qualidade para o fã com produtos como a Champions League, Brasileirão e o Campeonato Italiano. Ter o privilégio de transmitir a seleção brasileira é motivo de orgulho para todos nós", declarou.

A Turner segundo o diretor pretende sim investir em outras modalidades esportivas, como ele próprio destacou nesta entrevista.

"Nossa produção de conteúdo multiplataforma é voltada para todos os esportes. Temos, por exemplo, uma comunidade enorme e mega engajada de esportes dentro do Ei Games. Logicamente que o futebol tem um retorno enorme no Brasil e hoje fazemos um grande investimento em competições como a Champions League e o Brasileirão, mas seguimos de olho no mercado e monitorando oportunidades", finalizou.