A categoria mais importante do automobilismo oficializou nesta terça-feira um calendário provisório para a temporada 2021 da Fórmula 1, com 23 provas e entre essas o GP do Brasil, em Interlagos, no dia 14 de novembro, ou seja, daqui a quase um ano.

Se comparado com o calendário de 2020 - que obviamente sofreu várias alterações por conta da pandemia que afetou o planeta inteiro, o de 2021 conta com pelo menos seis etapas a mais.

A temporada 2021 da F1 está prevista para se iniciar em março, com o GP da Austrália, enquanto a última prova deverá ocorrer no dia 05 de dezembro, em Abu Dhabi. Vale lembrar que antes de ser oficializado, o calendário de provas da categoria aqui em destaque necessita de uma aprovação do Conselho Mundial do Esporte a Motor da FIA.

Assim sendo, tanto o GP do Brasil, como também da Espanha, estão sim sujeitos a assinatura de contrato com os promotores; lembrando que o nosso país não teve uma prova da F1 neste ano por conta do novo Coronavírus e para que o Brasil consiga estar no calendário de 2021, há ainda a necessidade de renovação de contrato com São Paulo, uma vez que esse se encerra neste ano, para que assim a prova seja realmente confirmada.

Para 2021, a grande novidade fica mesmo por conta do GP da Arábia Saudita, que será montando em um circuito de rua, nas ruas de Jidá e deverá ser realizado no dia 24 de novembro. Além desse, o que vem chamando a atenção dos amantes da velocidade, é uma data em aberta, para o dia 23 de abril, onde essa lacuna deverá ser preenchida com o GP do Vietnã, que deve ocorrer em Hanói. O mesmo deveria ter sido realizado já neste ano, mas também por conta da pandemia da COVID-19, foi cancelado.

Eventos excepcionais de 2020 estão fora

Sim, além das provas divulgadas, nenhum dos GPs excepcionais do calendário de 2020 permanecerão em 2021, ou seja, as corridas nos circuitos de Mugello, Nurburgring, Portimão, Imola e Istambul estão fora para o próximo ano.

Confira aqui o calendário provisório da F1 em 2021:

21 de março - Australia - Melborne

28 de março - Barein - Sakhir

11 de abril - China - Xangai

23 de abril - a confirmar - a confirmar

9 de maio - Espanha - a confirmar

23 de maio - Monaco - Monte Carlo

6 de junho - Azerbaijão - Baku

13 de junho - Canadá - Montreal

27 de junho - França - Paul Ricard

4 de julho - Áustria - Spielberg

18 de julho - Inglaterra - Silverstone

1 de agosto - Hungria - Hungaroring

29 de agosto - Bélgica - Spa-Francorchamps

5 de setembro - Holanda - Zandvoort

12 de setembro - Itália - Monza

26 de setembro - Rússia - Sochi

3 de outubro - Singapura - Marina Bay

10 de outubro - Japão - Suzuka

24 de outubro - EUA - Austin

31 de outubro - México - Hermanos Rodríguez

14 de novembro - Brasil - a confirmar

28 de novembro - Arábia Saudita - Jidá

5 de dezembro - Abu Dhabi - Yas Marina