Sem a renovação de seus contratos, Romain Grosjean e Kevin Magnussem devem mesmo perder seus acentos na Haas ao final desta temporada da Fórmula 1 e para os seus lugares estão sendo cotados as chegadas de Mick Schumacher e Nikita Mazepin. O anúncio da nova dupla de pilotos da escuderia norte-americana deverá ser anunciado em breve.

A equipe aqui em questão conta com o fornecimento dos motores Ferrari, que pressiona a equipe a abrir lugar para seus jovens pilotos. Além desses, estão nesta disputa dois outros pilotos; esses reservas da equipe: o brasileiro Pietro Fittipaldi e o suíço Louis Deletraz.

Despedida

Já sabedor de que não continuará na equipe para a temporada 2021 da Fórmula 1, Grosjean agradeceu a mesma pelos cinco anos de parceria; o mesmo negocia com a Peugeot para o programa da montadora no Mundial de Endurance.

"O último capítulo está encerrado e o livro, concluído. Estou com a equipe Haas F1 deste o seu primeiro dia. Cinco anos durante os quais passamos por altos e baixos, mas a jornada valeu a pena. Aprendi muito, evoluí para ser um piloto melhor e também um homem melhor. Espero também ter ajudado as pessoas da equipe a se aprimorarem. Este é provavelmente o meu maior orgulho, mais do que qualquer uma das primeiras corridas malucas de 2016 ou do quarto lugar do GP da Áustria de 2018. Desejo a equipe tudo de bom para o futuro", comentou o piloto em sua rede social.

A dupla junto levou a Haas ao seu melhor desempenho no Mundial de Construtores na temporada 2018 da F1, onde ficaram com o quinto lugar.

Lembramos que no próximo final de semana a Fórmula 1 volta as pistas, com o GP de Portugal, no autódromo de Algarve. A corrida está marcada para ocorrer no próximo domingo, às 10h10 (de Brasília).