Por muito pouco não tivemos a volta da família "Schumacher" as pistas da Fórmula 1 no último GP de Eifel, ocorrido no final de semana passada; pelo menos foi isso que revelou o consultor da RedBull - Helmut Marko. Segundo um dos chefões da RedBull, o que ele quer dizer aqui não se trata dos treinos livres - como estava marcado para ocorrer, mas sim a um GP de verdade.

Segundo Marko, o filho do heptacampeão da F1 ficou muito próximo de disputar a corrida no circuito de Nurburgring, no lugar de Antonio Giovinazzi, que por muito pouco não desfalcou a Alfa Romeo no último final de semana, após ter seu teste da COVID-19 inconclusivo. Situação semelhante a Alexander Albon, que em sua contraprova teve o teste negativado e assim pode ir para a prova.

"Mick Schumacher quase celebrou sua estreia em uma corrida, mas o segundo teste de COVID-19 de Giovinazzi deu negativo", destacou o consultor da RedBull Racing.

Desta forma, o filho de Michael Schumacher terá que aguardar um pouco mais para debutar em uma corrida oficial na Fórmula 1. Segundo os rumores do paddock, Mick será titular da Alfa Romeo na temporada 2021, ao lado de Kimi Raikkonen, conforme declarou um dos chefões da RBR.

"Até onde eu sei, ele irá pilotar a Alfa Romeo em 2021. Sei quais pilotos estão no mercado e quais estão em negociações. Imagino que Mick será companheiro de Kimi na Alfa Romeo na próxima temporada. Acho que é uma excelente combinação", revelou o austríaco.

Por sua vez, Giovinazzi que está com seu acento na F1 em perigo, voltou a pontuar no calendário 2020; o que não acontecia desde a primeira prova deste ano. Com a décima colocação no GP de Eifel, o italiano conta com três pontos na classificação - 1 a mais que seu companheiro de equipe - Kimi Raikkonen.

Presente a Hamilton

Neste mesmo grande prêmio, Mick foi protagonista de um momento emocionante, ao entregar ao vencedor do GP de Eifel - Lewis Hamilton, um capacete de seu pai em nome de sua família, onde o piloto inglês igualou o recorde de Michael Schumacher com 91 vitórias na Fórmula 1.

A próxima etapa da Fórmula 1 será em Portugal, no dia 25 de outubro, às 10h10 (de Brasília) - restando depois desse, mais cinco corridas no calendário 2020.