Complicações e atrasos no retorno de Nurburgring ao calendário da Fórmula 1. O GP de Eifel que deverá ser realizado neste final de semana, até aqui vem sendo uma decepção para os seus organizadores. Com muita chuva na região e neblina, o primeiro treino livre teve que ser cancelado - motivo: o helicóptero médico não poderia voar até o hospital mais próximo com segurança.

Situação essa explicada por um dos organizadores do circuito alemão em entrevista a "Sky Sports".

"Ainda é muito difícil no momento, porque devido ao nevoeiro atual, o helicóptero médio não pode decolar ainda para voar para o hospital. A distância pela estrada normal é muito longa se algo acontecer, então no momento nós começamos o relógio e vamos atualizar as equipes a cada trinta minutos sobre a situação", destacou Michael Masi.

Situação do tempo sobre o circuito de Nurburgring, na Alemanha - Imagem: RedBull
Situação do tempo sobre o circuito de Nurburgring, na Alemanha - Imagem: RedBull

Masi ainda destacou que a neblina é o maior motivo pelo qual os pilotos não conseguiram ir para a pista no primeiro treino livre desta sexta-feira.

"A neblina foi embora devagar, mas agora parece estar voltando. Do ponto de vista da FIA, pensamos que é muito importante garantir a segurança dos pilotos e não queremos brincar com isso", finalizou ele.

Ainda nesta sexta-feira, até onde estamos sabendo, o segundo treino livre - iniciados agora a pouco - as 10h da manhã (de Brasília) estão ocorrendo normalmente; lembrando que amanhã, sábado, esses farão o treino classificatório para o GP de Eifel, que será realizado neste próximo domingo, com transmissão ao vivo pela Rede Globo, a partir das 9h10h (de Brasília).