Com a temporada 2020 da Fórmula 1 se encaminhando para sua reta final, as danças das cadeiras começam a esquentar entre as equipe e pilotos para o próximo ano; sem bem que a grande maioria das escuderias já definiram suas duplas.

Mas há algumas, como a própria Mercedes, que ainda buscam acertos com seus pilotos e segundo o jornal britânico "Daily Mail", a equipe em questão abriu negociação com Lewis Hamilton para a renovação de contrato por mais três anos, no entanto, o piloto inglês poderá dificultar essa possibilidade.

O diário inglês diz em sua edição desta quarta-feira, que Hamilton teria pedido um salário anual de 40 milhões de libras a Mercedes - algo em torno de R$ 292 milhões, o que renderia mais de R$ 875 milhões ao piloto ao final destes três anos de contrato sugerido pela equipe, que estuda essa pedida.

Mas como dissemos acima, Hamilton não estaria a fim de um acerto neste momento, lembrando que o próprio piloto inglês teria dito recentemente que o momento não era certo para negociar uma renovação de contrato por conta da pandemia do novo Coronavírus. A informação chega em um momento de definição para Hamilton e Mercedes, que seguem na liderança da temporada 2020 da F1.

Hamilton está na Mercedes desde 2013, onde já conquistou cinco títulos mundiais - o primeiro título conquistado pelo piloto inglês chegou quando ele ainda pilotava a McLaren, entre os anos de 2007 a 2012.