Neste final de semana chegaremos a nona etapa do calendário 2020 da Fórmula 1, com o GP da Toscana, no circuito de Mugello - na Itália. Para essa corrida que será histórica e marcará o GP 1000 da Ferrari na categoria, também trará algumas preocupações aos pilotos e com isso os diretores de prova decidiram alertar esses para terem mais atenção na entrada e saída dos boxes. Vamos entender o porquê:

Poucos fãs da F1 conhecem essa pista - que nada mais é que a casa da Ferrari, com uma longa reta principal de altíssima velocidade; desta forma a direção de prova decidiu implementar medidas de segurança na entrada e saída dos boxes. Com um pouco mais de um quilômetro de reta, a entrada dos boxes fica do lado direito, próximo a linha habitual de corrida dos pilotos, assim, Michael Mais - diretor de provas da Fórmula 1 alertou os pilotos nesta quinta-feira.

A super-reta de Mugello - com mais de 1 quilômetro de extensão
A "super-reta" de Mugello - com mais de 1 quilômetro de extensão

"Os pilotos devem estar à direita da linha branca indicada na entrada dos boxes", lia-se no primeiro comunicado.

Além da entrada, outra preocupação é a saída dos boxes que tem o pitlane complicado por ser um trecho final de reta, onde ultrapassagens podem ocorrer ao logo deste GP e com isso outro alerta para os pilotos ficarem atentos quanto à necessidade de respeitarem as mudanças realizadas.

"Pilotos devem manter-se a direita da linha contínua na saída dos boxes. Nenhuma parte do carro pode cruzar esta linha", dizia o segundo comunicado.

Assim como já declaramos no início desta matéria, o GP da Toscana, na Itália, será a nona etapa do calendário da Fórmula 1, em 2020. A corrida no domingo, às 10h10 (de Brasília) contará com 59 voltas e marcará a estreia do autódromo de Mugello na categoria.